ONU pede trégua para evitar batalha sangrenta na Líbia

Secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, defende cessar-fogo