Nova chefe do FMI defende igualdade de gênero como ferramenta de promoção da prosperidade dos países

Para isso, Kristalina Georgieva disse que é preciso não só ter vontade política, mas ir além da discussão e tomar passos concretos, tomando como exemplo a dificuldade de mulheres na Índia estudarem por falta de segurança