Iraque vai julgar 900 supostos jihadistas que retornaram da Síria

Os iraquianos são acusados de pertencerem ao grupo Estado Islâmico, um crime sujeito à pena de morte