Estudo vincula uso de cigarros eletrônicos a problemas cardíacos

Taxa de ataques cardíacos entre os que fumam cigarros eletrônicos é 34% mais alta