Estudo do ajuste de células à disponibilidade de oxigênio leva Nobel de Medicina

Os organizadores do Nobel do Instituto Karolinska, da Suécia, dizem que "a descoberta seminal dos laureados deste ano revela o mecanismo de um dos processos adaptativos mais essenciais para a vida"