Corte eleitoral da Bolívia inabilita candidatura de Evo Morales ao Senado

Depois de renunciar à presidência, cargo que exerceu por 14 anos, Morales pretendia se candidatar por Cochabamba (centro), região que abriga o território produtor de folha de coca de Chapare, seu reduto eleitoral