Bolsonaro diz que é 'quase irmão' de príncipe saudita e que falta 'comando' ao Brasil

Apesar do discurso em tom autoritário e a declaração de afinidade com um regime ditatorial, Bolsonaro fez um aceno ao Congresso. "Não posso fazer nada sem o Parlamento. Ele é muito importante", afirmou