Bolívia: Evo Morales, uma raposa política vítima de sua própria ambição

Primeiro presidente indígena ficou quase 14 anos no poder graças à astúcia política e à bonança econômica resultante da exportação de matérias-primas à China