Em aniversário da queda do Muro, Merkel pede mais tolerância

Chanceler alemã, que começou na política após a queda da Cortina de Ferro, prega comprometimento com valores como liberdade e direitos humanos