Autor de massacre prega contra imigrantes em manifesto racista

Atirador que deixou 49 mortos na Nova Zelândia justificou o ataque às mesquitas com defesa da xenofobia