Um em cada três jovens cearenses não trabalha nem estuda 

Mulheres e negros são os mais afetados pela falta de estudos, segundo o IBGE. Especialistas atribuem mudança à crise econômica e a fatores sociais, como necessidade de emprego ou de realização de atividades domésticas