Desabamento: donos processados e moradores sem assistência

Procuradoria Geral do Município ajuizou ação contra os proprietários do edifício que ruiu na Maraponga; advogado afirma não ter sido notificado ainda, enquanto parte dos moradores permanece em situação indefinida