Câncer infantil: Ceará é referência no tratamento, mas pode avançar

Especialista defende a ampliação do atendimento oncológico de crianças com serviço de transplante de medula óssea e radiocirurgias contra tumores cerebrais, ainda inexistentes no Estado, que atende ao Norte e ao Nordeste