A cada 10 mortes de crianças e adolescentes por causas externas, oito são por homicídios

O levantamento, feito pelo Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA) e pelo Fundo das Nações Unidas para Infância (Unicef), diz respeito às chamadas mortes externas, de 2013 a 2018, em Fortaleza