Sampaoli nega demissão e inicia queda de braço com Santos

O Peixe exige do treinador pagamento de R$ 10,5 milhões pela rescisão do contrato, que se encerraria em dezembro de 2020