Ceni: adeus era inevitável e o que fica é o legado no Fortaleza

Não há o que reclamar, apenas agradecer