CBF confirma que Brasileirão terá arbitragem de vídeo, aprovada por unanimidade

Os custos para o uso da tecnologia serão bancados pela CBF, órgão que controla o futebol nacional