Cerimônia terá Brasil como protagonista