Egídio Serpa: Alíquota do icms do camarão será de 1%

Presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão, o empresário cearense Cristiano Maia informa: a carcinicultura, que hoje é isenta de Impostos sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), passará a recolher, a partir do segundo semestre e até o fim deste ano, alíquota de 1% desse tributo. Mas de janeiro de 2020 em diante, essa alíquota subirá para 1,5%. O acordo, celebrado por Maia com a tributarista Fernanda Pacobayba, secretária da Fazenda do Ceará (Sefaz), será estendido a todos os demais estados produtores logo após sua aprovação pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). A carcinicultura é uma atividade que, no Nordeste, cresce em alta velocidade, gerando milhares de empregos.

Pessimismo

Luciano Tello, administrador de fundos da XP Investimentos esteve nesta semana em Fortaleza e disse a esta coluna - e a mais 25 pessoas que o ouviram - que o mercado financeiro fará grande festa se 1) a reforma da Previdência for aprovada em setembro, e 2) se sua potência for de R$ 600 bilhões, ou seja, R$ 700 bilhões a menos do que pretende o ministro da Economia, Paulo Guedes. Na opinião de Tello, não haverá reforma Tributária, mas uma Simplificação Tributária. Disse mais: a política monetária do Banco Central tem sido volátil, "e os juros não vão baixar". Mais pessimista, impossível.

Prefeitos

Vem aí o seminário Prefeitos 2019, que se realizará no Centro de Eventos nas próximas segunda e terça-feiras. Estão inscritos mais de 600 prefeitos e secretários municipais do Ceará, que debaterão sobre Inovação, Sustentabilidade e reforma da Previdência. O evento é promovido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e apoiado pelo Diário do Nordeste.

Tecnologia

Hoje, às 14h30, no Coco Bambu Sul, uma centena de gerentes de TI de empresas cearenses reúne-se para um debate sobre a Lei Geral de Proteção de Dados, que entrará em vigor em agosto de 2020. O evento é promovido pela Optimize, cujo CEO, André Navarrete, um especialista, fará palestra.

Promessas

Ticiana Rolim Queiroz, diretora comercial da C. Rolim Engenharia, perguntou à economista Maria Sílvia, que falou ontem para associados do Lide no Gran Marquise: "O que você espera do Governo Bolsonaro?". Ela respondeu: "Que cumpra suas promessas de campanha: mais segurança, fim da corrupção e contas públicas equilibradas". Alguém do auditório comentou: "Se o Centrão deixar".

Samaria rações

Começou a produzir ontem a Samaria Rações (ex-Nuteco e Fri Ribe), cuja unidade industrial localizada no Distrito Industrial de Maracanaú foi modernizada. A empresa, comprada há três meses pelo cearense Cristiano Maia, está a produzir 1.500 toneladas por mês de rações para camarão. A partir de agosto, essa produção subirá para 4 mil toneladas/mês. O Grupo Samaria é dono da Fazenda Potiporã, no Rio Grande do Norte, maior produtora de camarão do País.