Miley Cyrus faz show com alto nível de erotismo para 20 mil pessoas em SP

Pelo menos oito pais levaram seus filhos menores de idade do show da cantora antes da quarta música

Miley Cyrus
Miley entoou o repertório do seu disco mais recente, "Bangerz", que dá nome à turnê. Instagram @itstheclimbs

Miley Cyrus não precisou nem de dois minutos no palco para mostrar a dança que inaugurou a sua fase "vadia", como ela mesma chama a nova etapa da carreira pós-ícone da Disney. O twerk, passo em que arrebita a bunda e baixa o tronco para rebolar, apareceu assim que a cantora pop americana colocou o traseiro para fora e saiu de dentro de uma espécie de caixa móvel coberta por cortinas prateadas de plástico.

Com cerca de dez minutos de atraso, a artista de 21 anos começou o show na Arena Anhembi, em São Paulo, na noite desta sexta (26), com collant amarelo e branco e ombreiras exageradas de plumas, como uma líder de torcida enlouquecida. O público, formado especialmente por adolescentes, respondeu urrando. Estava aberto seu circo.

Com cenários e figurinos - não só para si como também para suas bailarinas - que abusam do burlesco e do kitsch, Miley entoou o repertório do seu disco mais recente, "Bangerz", que dá nome à turnê.

Também não demorou para que ela dançasse simulando se masturbar com a mão. A reportagem presenciou ao menos oito pais levarem seus filhos menores de idade do show de Miley Cyrus antes da quarta música. "Eu sabia que ela dançava e usava biquíni, mas assim não dá", disse a empresária Caroline Palomo, que levava suas filhas de 12 e 14 anos.

O hit "Wreckling Ball", famoso pelo clipe em que dança seminua em cima de uma bola de demolição, foi guardado para o final do show e cantado com coro dos fãs. Sem sinais de playback (quando o cantor dubla uma gravação em vez de cantar de verdade), Miley apresentou também um momento de covers, tradição que tem seguido nos shows da nova fase. "Lucy in the Sky with Diamonds", dos Beatles, se não fez a plateia cantar junto, saiu como uma boa versão. A interpretação deve estar também em disco em tributo à banda inglesa que o grupo Flaming Lips lança no próximo mês.

Em vez dos discursos açucarados que costumam marcar os shows pop, Miley preferiu agradecer ao público que a "esperou por tanto tempo", colocando incontáveis "fucking" na sua fala. Também longe da fofura habitual, caminhou pela passarela instalada em meio à platéia VIP, colocou água na boca, bochechou bem e então cuspiu nos fãs - satisfeitos - repetidas vezes.

Miley Cyrus também se apresenta domingo (28) na praça da apoteose, no Rio.

Confira o vídeo do show de sexta postado pela cantora em sua conta pessoal no Instagram: