Após ser alvo de comentários racistas, Maju se manifesta durante o Jornal Nacional

A jornalista agradeceu o carinho que recebeu do público; William Bonner e equipe do programa também a apoiaram

A jornalista Maria Júlia Coutinho, responsável pela previsão do tempo no "Jornal Nacional", foi alvo de comentários racistas ao ter sua foto postada na página oficial do facebook do jornal diário na última quinta-feira (2). No entanto, várias pessoas saíram em defesa dela, inclusive a equipe do programa, que lançou a hashtag "SomosTodosMaju".

Durante o "Jornal Nacional" desta sexta-feira (3), Maju, como é carinhosamente chamada por William Bonner e acabou se tornando seu apelido oficial, falou publicamente sobre o assunto.

"Tava todo mundo preocupado, muita gente achou que eu estivesse chorando pelos corredores. Eu já lido com essa questão do preconceito desde que eu me entendo por gente. Claro que eu fico muito indignada, muito triste com isso, mas não esmoreço, não perco o ânimo, porque acho que isso é o mais importante. Cresci em uma família muito consciente, de pais militantes, que sempre me orientaram. Eu sei dos meus direitos", declarou.

"Acho importante, claro, que essas medidas legais sejam tomadas, até pra evitar esse ataques à mim e a outras pessoas. Acredito que isso é muito importante. Mas eu quero manifestar a felicidade que eu fiquei, porque é uma minoria que fez isso. Eu fiquei muito feliz com a manifestação de carinho das pessoas. Os preconceituosos ladram, mas a caravana passa", completou a jornalista, sempre elogiada pelo seu carisma.

Bonner ainda declarou que a Globo espera que os criminosos sejam punidos. "Além disso a própria emissora está estudando medidas judiciais cabíveis", disse o jornalista.