O que são os nódulos nas cordas vocais

Otorrinolaringologista fala sobre os principais sintomas e tratamento para esta lesão

rouquidão
O problema costuma afetar pacientes que usam a voz como instrumento de trabalho, principalmente aqueles que precisam falar por muito tempo ou gritar Foto: Divulgação

Rouquidão, pigarro frequente, necessidade de fazer força para a voz sair, dor na laringe ou no pescoço são alguns dos sinais que representam nódulos nas cordas vocais. 

Esse problema é caracterizado por lesões benignas semelhantes a pequenos "calos" que podem aparecer em ambas as cordas vocais, tipicamente no ponto médio, opostos diretamente e simétricos.

“O problema costuma afetar pacientes que usam a voz como instrumento de trabalho, principalmente aqueles que precisam falar por muito tempo ou gritar", explica o otorrinolaringologista Eduardo Landini Lutaif Dolci.

Diagnóstico

Por meio de uma conversa sobre a história de vida do paciente, os sintomas apresentados e os exames de imagem, como a laringoscopia e a laringoestroboscopia, é possível diagnosticar o problema. 

Tratamento

Já o tratamento pode ser realizado com o descanso e uso adequado da voz, exercícios indicados por fonoaudiólogo e, em casos de calos rígidos e grandes, pode ser necessária cirurgia.

Dicas para manter a sua voz saudável:

- Beber água de forma fracionada: meio copo de hora em hora e de preferência em temperatura fresca ou natural;

- Fazer uma pausa. Alternar períodos de descanso vocal com atividades nas quais você precisa falar muito;

- Procurar consumir moderadamente bebidas alcoólicas e abandonar o tabagismo;

- Evitar pigarrear! Este ato provoca um forte atrito entre as cordas vocais, que causa irritação e descamação da mucosa;

- Procurar um otorrinolaringologista, em caso de rouquidão, pigarro ou outros problemas com a voz por mais de 15 dias.