Sing the blues

Uma das praias mais famosas do Ceará recebe, nos próximos dias 7, 8 e 9, mais uma edição do Festival Canoa Blues

Agora é contagem regressiva. Os amantes e admiradores do bom e velho blues podem começar a arrumar a mochila com shorts e biquínis. Uma das festas mais badaladas do Ceará, o Festival Canoa Blues, acaba de anunciar que dias 7, 8 e 9 de outubro, pelo quarto ano consecutivo, a praia de Canoa Quebrada se transformará no paraíso do blues.

Mitológicos nomes na cena blueseira mundial farão parte da grande festa cearense de notas cantadas, que entrou para o Calendário Oficial de Eventos do Estado do Ceará, através da Lei 14.635, em 26 de fevereiro de 2010.

Durante os três dias de imersão e convivência com grandes músicos e intérpretes do blues, representantes brasileiros também marcarão presença na festa da diversidade sonora. Entre eles, estará nosso garoto prodígio, Arthur Menezes, que fez história aqui no Ceará com sua Blues Label. Arthurzinho, como é chamado pelos amigos, será o responsável pela abertura do Festival, na sexta-feira, 7, a partir das 22 horas, no Polo de Lazer de Canoa Quebrada, ao lado do parceiro guitarrista Rafael ´Balboa´ Vasconcelos, advindo do trio de blues e rock clássico ´Block´, criado em 2010.

No sábado, 8, outro músico brasileiro que compartilhará seu estrondoso talento na praia de Aracati será Igor Prado, acompanhado pela Prado Blues Band, formada pelo guitarrista Yuri Prado, o baixista Rodrigo Mantovani e pelo saxofonista Denilson Martins. Nessa mesma noite, cuja programação ganhou o reforço de atrações internacionais, quem sobe ao palco é a americana Tia Carroll, que traz sua voz para o Festival de Canoa mostrando seu luxuoso repertório das décadas de 50 e 60, acompanhada pelo guitarrista paulista Igor Prado e a Prado Blues Band. Nos anos 70, Tia Carroll, que hoje soma três discos lançados, "Wanna Ride", "Tia Carroll" e o mais recente, "Soul Survivor", foi backing vocal de Jimmy McCracklin e Sugar Pie DeSanto.

Completando a constelação de estrelas da noite de sábado, o IV Festival Canoa Blues entrará definitivamente para a história dos grandes festivais com a apresentação do gaitista norte-americano Peter "Madcat" Ruth. O bluesman, que, há 50 anos, vem tocando sua história ao lado de lendas como Gerry Mulligan, Paul Desmond e Dave Brubeck, se apresentará no litoral cearense ao lado do parceiro de turnês aqui no Brasil, o guitarrista carioca Big Joe Manfra.

Atualmente, além da carreira solo, Madcat tem um trabalho de parceria com o guitarrista Shari Kane, o duo "Madcat & Kane" e, além do solo e do duo, Madcat também mantém trabalhos ao lado do trombonista, baixista e pianista Chris Brubeck e do guitarrista Joel Brown, formando o "Triple Play".

De acordo com o diretor executivo do Canoa Blues, Luiz Carlos de Carvalho, o encerramento do Festival de Canoa, um dos momentos mais esperados pelo público, será como manda a tradição. Em pleno meio-dia, com as ondas do mar fazendo coro com o vento, em um cenário emoldurado pelas falésias de lua e estrela, acontece a esperadíssima ´jam session´, espetáculo a parte onde os músicos e intérpretes realizam verdadeiras orgias musicais a céu aberto, e com rodízio de convidados.

Mas, antes disso, nessa tarde onde imperam o blues, rock, folk, e, claro, o jazz, quem apresenta seu show diante de uma espetacular natureza, e com muita descontração, é o guitarrista potiguar Gustavo Cocentino, que vem marcando presença na cena do blues nordestino ao lado de Nuno Mindelis e Flávio Guimarães. Na sequência, sobe ao mezanino da Barraca Chega Mais a Banda Mister Jack, de Curitiba (PR), formada pelos músicos Benê Jr, na harmônica, Marcelo Ricciardi, guitarra, Paulo Krefta, no baixo e Edu Kardeal, bateria.

"Estamos no quarto ano e esse evento, que já entrou para o calendário oficial de eventos do Ceará, está cada vez mais consolidado. Temos um trabalho social, cultural e econômico fora da alta estação, isso tudo gera movimentação e receita para pousadas, barracas e empreendedores em geral. Nosso trabalho também está bem focado na qualificação da comunidade", destaca Luiz Carlos.

De fato. Além da programação musical, o Canoa Blues realiza diversas ações de responsabilidade social, entre elas, o Curso de Introdução à Harmônica Blues, que será ministrado posteriormente ao festival, no período de 17 a 21 de outubro, pelos gaitistas e arte-educadores Rodrigo Bezerra e Di Lennon Ribeiro, para jovens assistidos pela Fundação Raimundo Fagner. As aulas serão gratuitas e os alunos receberão camiseta do evento e apostila.

Outra atividade paralela será o Curso de Prática Circense em Tecido, ministrado dias 7 e 8 de outubro, na ONG Canoa Criança, pela professora carioca Juliana Longuinho. O Canoa Blues também contará com pontos de arrecadação de livros de gêneros diversos, que comporão o acervo das bibliotecas mantidas pela Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada e da Associação Canoa Criança.

O IV Festival Canoa Blues é realizado pelo Instituto Nordeste 21, com promoção da 4Blues Produções, com apoio do Governo do Estado do Ceará, Sebrae, empresas de energia eólica Rosa dos Ventos e Braselco, Assembleia Legislativa, Associação dos Empreendedores de Canoa Quebrada e Prefeitura Municipal de Aracati.

Programação

Dia 7 - Sexta-feira

A partir das 22h, no Polo de Lazer de Canoa Quebrada, Rafael Balboa e Arthur Menezes (CE)

Dia 8 - Sábado

A partir das 22h, no Polo de Lazer de Canoa Quebrada, Igor Prado e Prado Blues Band (SP), Tia Caroll (EUA) e Peter Madcat (EUA)

Dia 9 - Domingo

A partir do meio-dia, na Barraca Chega Mais, Gustavo Cocentino (RN), Banda Mister Jack (PR) e, para encerrar, uma jam session com os artistas

MAIS INFORMAÇÕES:
Canoa Blues- dias 7, 8 e 9 de outubro, no Polo de Lazer de Canoa Quebrada. Contato: (85) 3133.7769 e (85) 8691.6728 ou canoablues.com.br


NATERCIA ROCHA
REPÓRTER