Matéria-1169994

Olimpo musical

Reunindo os maiores expoentes da música britânica, a festa de encerramento da Olimpíada de Londres impressionou pelo espetáculo grandioso em todos os sentidos

Quem conferiu a cerimônia no último domingo, que contou com transmissão ao vivo, direto do estádio Olímpico, na capital inglesa, certamente ficou admirado com a superprodução do show.

Spice Girls empolgaram os fãs com os hits "Wannabe" e "Spice Up Your Life"

Com uma duração de 3h10min, a festa caprichou nos detalhes dos mais variados números cênicos, em uma coreografia harmoniosa entre plástica, música e dança, no palco especialmente projetado conforme a bandeira do Reino Unido. Fora o trecho dedicado ao Brasil (com Marisa Monte, Bnegão e Seu Jorge), de "passada" do bastão ao próximo país a sediar os Jogos Olímpicos, o line up foi formado exclusivamente por artistas britânicos do pop e do rock, que marcaram os últimos 50 anos o cenário musical. A despedida da 30ª edição da competição esportiva teve início às 17h (horário de Brasília) com o vozeirão da cantora soul Emily Sandé. Depois foi a vez do grupo Madness, que interpretou a animada "Our House" em cima de uma carreta móvel. Todo o estádio cantou junto.

Marisa Monte

O clima de festa de rua seguiu com outro grande hit. "Parklife", do Blur, foi executado por uma orquestra. Por sinal, o grupo liderado por Damon Albarn só não marcou presença na noite porque estava se apresentando na mesma hora no Hyde Park, em um dos eventos paralelos promovidos pelo comitê de organização da Olimpíada. Lá, o vocalista aproveitou para anunciar o lançamento de "Parklive", álbum duplo que traz o registro desse show com algumas canções inéditas.

O duo Pet Shop Boys não deixou a temperatura cair com a velha e boa "Western Girls". Fenômeno teen, a boy band One Direction fez um playback da estouradíssima "What Makes You Beautiful". O legado do The Kinks ao britpop foi devidamente lembrado. Bonito foi ver Ray Davies, vocalista do grupo que despontou nos anos 60, entoando a clássica "Waterloo Sunset", enquanto bailarinos subiam e desciam à roda gigante.

Ray Davies, do The Kinks, cantou Waterloo Sunset Fotos: Reuters

Os Beatles, claro, ganharam homenagens à altura. Foram tocadas "Here Comes The Sun" e "I´m The Walrus", esta com um número psicodélico comandado pelo comediante Russel Brand.

Depois de Paul McCartney brilhar na abertura, foi a vez do seu parceiro de banda, John Lennon, ser celebrado. "Imagine" foi cantada pelo próprio, em imagens exclusivas cedidas pela viúva, Yoko Ono, "acompanhado" de um coral de crianças de Liverpool.

George Michael entrou com a libertária "Freedom" e finalizou sua performance com a "baladeira" "White Light". Outro grupo contemporâneo dos Beatles a ser ovacionado foi o The Who. A eletrizante "Pinball Wizard" contou com um tributo do Kaiser Chiefs. Ao fim do evento, Roger Daltrey e Pete Townshend levantaram o público com "See Me Feel Me" e "My Generation".

A escocesa Annie Lennox, ex-Eurythmics, surpreendeu ao surgir em um barco decadente com um figurino soturno de época - uma coisa meio "Piratas do Caribe", sabe? A veterana empolgou ao apostar em uma pegada roqueira na música "Little Bird".

A obra do Pink Floyd foi reverenciada em "Wish You Were Here". Com a presença do baterista Nick Mason (da formação original), o tributo teve ainda participações dos jovens Ed Sheeran, Mike Rutherford e Richard Jones na ausência dos insubstituíveis líderes David Gilmour e Roger Waters.

Ao mesmo tempo que a canção era executada, um homem, no alto, se equilibrava em um cabo para cumprimentar um boneco em chamas - lembrou da referência à capa do disco de 1975?

A música eletrônica foi contemplada com performance de Fatboy Slim, que comandou as pick ups em cima de um polvo gigante. Em seguida, os cantores Jessie J, Taio Cruz e Tinie Tempah homenagearam Robin Gibb, fundador dos Bee Gees, com o sucesso da disco music "You Should Be Dancing".

O DJ Fatboy Slim apareceu em um polvo gigante

Por falar em Jessie J, deram uma corda danada para essa moça, que apareceu de novo em "We Will Rock You", ao lado do guitarrista Brian May e do baterista Roger Taylor, em um tributo ao Queen.

Uma das atrações mais esperadas da noite eram as Spice Girls, grupo que foi sucesso absoluto nos anos 90 e chegou ao fim em 2001. Melanie B, Melanie C, Victoria Beckham, Emma Bunton e Geri Halliwell levaram os fãs ao delírio com "Wannabe" e "Spice Up Your Life".

Na falta do Noel Gallagher, Liam tocou" Wonderwall", respaldado com a sua nova banda, a Beady Eye, e uma orquestra de apoio. David Bowie não foi, mas o camaleão do rock foi homenageado com "Fashion".

Liam Gallagher canta "Wonderwall"

Todas essas participações serão eternizadas não só na memória do público como também na forma de um registro duplo. "A Symphony of British Music" foi lançado ontem e terá ainda faixas de artistas subiram ao palco da cerimônia de abertura da Olimpíada.

Selvagens no VMB?

O Selvagens a Procura de Lei concorre a uma vaga entre os indicados à categoria Aposta MTV no VMB 2012, que acontece no dia 20 de setembro. Mas não basta apenas torcer, tem que participar também! Para isso, os cearenses convocam a ajuda dos fãs para votarem no site: http://votorama.mtv.uol.com.br/aposta-mtv-repescagem Até o fechamento da edição, o quinteto liderava a preferência do público com o clipe "Mucambo Cafundó", totalizando 40,92% dos votos, uma leve diferença da cantora Clarice Falcão, que apareceu com 40,45% com o vídeo "Monomania". Rael da Rima ("Ela me faz") e Cícero ("Tempo de Pipa") também estão na disputa. Outra novidade é que a banda foi convidada para participar do Prêmio Multishow. A Selvagens se apresentará junto com o Capital Inicial.

Tá falando sério, Kisser?

Em turnê pela Europa, divulgando o disco "Kairos", os metaleiros do Sepultura polemizaram ao afirmar que fariam cover de Justin Bieber por um milhão de libras. A declaração foi dada pelo guitarrista Andreas Kisser, em entrevista à assessoria do festival inglês Bloodstock. "Não temos medo de música - independentemente do estilo ou da qualidade", disse. Imagina os caras cantando "Baby, baby, baby oooh". Tenso!