Arena de todos os passos

De amanhã a domingo, Fortaleza sedia a segunda edição da seletiva regional do Festival Passo de Arte

Referência no ensino da dança clássica em Fortaleza, a veterana Mônica Luíza é categórica: “Bailarino se faz no palco”. Tanto é assim que a professora e coreógrafa comemora a inscrição de quase 100, dos seus cerca de 200 pupilos, para a seletiva regional do Festival Passo de Arte, que acontece de amanhã a domingo, no Centro de Convenções Edson Queiroz. Pela segunda vez consecutiva, Fortaleza se faz palco para a competição Norte/Nordeste, classificatória para a mostra principal, de caráter nacional, realizada anualmente na cidade de Idaiatuba, Interior de São Paulo.

“Agora em julho, o Passo de Arte chega a sua 16ª edição. Nossa opção, desde o início, foi criar um conceito para a dança brasileira. A gente pautou o nosso trabalho como um espaço de vitrine para aquilo que de melhor é feito no Brasil em relação à formação em dança. O Passo de Arte é uma iniciativa que valoriza as melhores experiências formativas no País”, observa o produtor geral do evento, William Romão Costa. Participante assídua do Passo de Arte, a cearense Mônica Luíza compartilha da mesma opinião. “O festival serve como uma espécie de avaliador para a formação que oferecemos aqui aos nossos alunos. É um momento rico de intercâmbio e de troca de informações até mesmo para nós, professores”, considera.

Dança, Fortaleza

Graças ao empenho e talento de nomes como Mônica Luíza, Fortaleza passou a integrar a rede de sedes regionais do Festival Passo de Arte. “O Ceará sempre demonstrou um interesse muito grande em compor a mostra. A cada ano, o número de inscrições aumentava. Além disso, a qualidade da dança cearense é uma referência para o restante do Brasil. Ano passado, uma das oficinas mais concorridas na etapa nacional foi da Vera Passos, que é um dos mais importantes nomes do sapateado no Brasil”, destaca William Romão Costa. Para além dos formatos convencionais de dança, a etapa regional do Passo de Arte tem repercutido como potencializador de novas experiências de linguagem.

“O Passo de Arte sempre se caracterizou pelo caráter plural de sua programação, dos grupos que seleciona às oficinas que oferece. Não bastasse isso, vejo a vinda do evento para Fortaleza como uma conquista importante porque provoca o encontro de uma produção descentralizada”, argumenta Cláudia Pires, da diretoria da Associação de Bailarinos, Coreógrafos e Professores de Dança do Ceará (Prodança). “Ano passado, vi trabalhos interessantíssimos de pesquisa em dança contemporânea que jamais chegariam aqui sem o estímulo do Passo de Arte. Infelizmente, a gente sabe mais da dança que é feita no Rio de Janeiro e em São Paulo do que a feita aqui no Piauí”, reclama a bailarina e professora.

Descentralização e formação

William Romão Costa também avalia como positiva a realização da seletiva regional em Fortaleza. “Além de facilitar a avaliação do júri para a mostra nacional, a edição Norte/Nordeste do Passo de Arte mobiliza uma grande quantidade de artistas, o que, sem dúvida, favorece encontros e estimula a profissionalização, que é o setor mais delicado da dança no Brasil”, pontua o produtor geral do festival. “Ano passado, conhecemos em Fortaleza o Leandro Neto. Ele foi selecionado, veio para São Paulo e foi premiado com dinheiro. Esse ano, já participa da etapa nacional como professor. Isso, sim, na minha opinião, é valorizar o profissional da dança, abrindo espaço para que seja remunerado e circule com sua arte”, emenda. Nesta segunda edição regional do Passo de Arte, além do lugar na seleção nacional, os quase 1000 bailarinos concorrentes disputam ainda duas vagas para o concurso anual do Youth America Grand Prix, em Nova Iorque. Também com oficinas e apresentações agendadas, o Passo de Arte é mais um belo convite à dança.

Magela Lima
Repórter

Mais informações:

II Festival Passo de Arte. De amanhã a domingo, no Centro de Convenções Edson Queiroz. Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Cursos: R$ 70,00. Contato: (11) 4509 1351 ou
www.passodearte.com.br.