Aparecidos no Sobrado

Uma das ações do Sobrado Dr. José Lourenço, o Atelier de Artista recebe, a partir de 18 de março, o grupo Aparecidos Políticos, que desenvolverá um projeto artístico voltado à reflexão sobre questões propostas pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM) deste ano, através da sua chamada intitulada "Museus e Histórias controversas: dizer o invisível nos museus".

A exposição, que ficará em cartaz até 20 de maio, irá compor as atividades da Semana Nacional de Museus promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

O grupo Aparecidos Políticos desenvolve pesquisa a respeito das contra-memórias, no sentido proposto pelo historiador Pierre Nora, pois seus processos criativos se concentram em ações que questionam as narrativas oficiais.

Nesta exposição eles apresentarão resultados desta pesquisa, assim como, através da experiência do ateliê desenvolverão um processo criativo inovador.

Conversa

Também no dia 18, o coletivo comanda o primeiro Café do Zé de 2017, atividade âncora do Sobrado, que desde 2008 realiza uma aproximação entre pontas inseridas nos processos artísticos na cidade.

Trata-se de um momento de interação entre pesquisadores, artistas, funcionários e visitantes do Sobrado, discutindo questões pertinentes à pesquisa, produção, gestão, fomento e profissionalização ligados às Artes no Ceará.

Nesta edição, o grupo Aparecidos Políticos conversa sobre seus processos de pesquisa e como foi desenvolvida a ideia do Atelier de Artista instalado no Sobrado.

Proposta

A partir de ações e performances artísticas e intervenções em monumentos, o Aparecidos Políticos faz emergir nomes e rostos silenciados em diferentes contextos históricos, mas sobretudo durante a ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985).