Forrozeiros revivem "alôs" e mistura de ritmos em álbuns promocionais

"Desce pro Play" e "Oh Juliana", hits dos aplicativos de streaming, ganham batida nordestina

Sucessos do funk e sertanejo compõe repertório de nomes do Ceará
Legenda: Sucessos do funk e sertanejo fazem parte do repertório dos forrozeiros
Foto: Camila Lima/Isanelle Nascimento/Jl Rosa/ SVM

Surge alento para quem gosta de música ao vivo. As regravações em álbuns promocionais estão em alta. Eric Land, Márcia Fellipe e Wesley Safadão são alguns nomes que divulgam repertórios voltados para o grande público. No setlist dos forrozeiros, canções que lideram os rankings dos aplicativos de streaming, seja forró ou funk.

Sem grandes preocupações, os álbuns promocionais dão liberdade aos cantores nas interpretações. Os famosos "alôs" direcionados a empresas, marcas e influenciadores digitais estão presentes como em shows ao vivo. Embora não tenham o mesmo peso fonográfico de DVDs ou CDs, os setlists do tipo são produzidos em estúdio. Alguns cantores colocam voz nos playbacks até em estúdios improvisados em casa, mesmo antes da pandemia.

O cearense Eric Land lançou a "Edição Especial Piseiro". Em 23 canções, ele percorre do forró ao funk. "Flores", feat de Luísa Sonza e Vitão, ganhou a cadência do piseiro - som derivado do forró. "Desce pro Play", sucesso de MC Zaac, Anitta e Tyga, é outro destaque do repertório. O arrocha do baiano Tierry surge na interpretação de "HB20" por Eric Land. O sertanejo não foi esquecido. Tem "Viva Voz", de Lauana Prado.

Escute: 


Wesley Safadão também regravou canções de outros gêneros musicais na levada do forró. Do funk, a canção "Oh Juliana" - sucesso de MC Niack - entrou no setlist do forrozeiro. Os fãs de sertanejo podem curtir ainda a versão de "Desejando Eu", de Murilo Huff.

Escute:


Um detalhe importante é que o cantor gravou o repertório durante isolamento social, após o diagnóstico de Covid-19.

Lançamentos

Márcia Fellipe, voz marcante do forró, aproveitou a entrega de um promocional aos fãs com nova música de trabalho. "Romance Desapegado", feat com Ellen Nery - nome conhecido por letras de Xand Avião e também de Simone e Simaria. "É muito casal fingindo que se ama. E muito solteiro apaixonado. Pra mim, tá perfeito nosso jeito de amar. Um romance desapegado", diz a composição. Outras 11 letras fazem parte do repertório.

Escute:


Mais um destaque do álbum de Márcia Fellipe é a canção "Mãe Tá On". A expressão bate de frente a "O pai tá on" - frase que o jogador Neymar usou para comemorar a classificação do Paris Saint-Germain (PSG) para as semifinais da Champions League, em agosto.

A frase vem de "o pai está online" e costuma ser empregada como sinônimo de "estou na área" ou "estou pronto para o que vier". Há quem use o termo para flertar na internet. Na interpretação da forrozeira, a canção é voltada para sedução feminina. "Maquiagem perfeita, close no batom. A mãe tá on", diz a letra.

Da mesma forma, o forrozeiro romântico Igor Guerra aproveitou o tempo em casa para gravar repertório promocional. Ele lança, hoje, seu álbum. Ao todo 16 músicas compõem a setlist do forrozeiro. "Nesse material, peguei mais músicas de forró e sertanejo. Também vêm três composições autorais que os fãs cobravam", contou o forrozeiro.

Você tem interesse em receber mais conteúdo do É Hit?