Como superar o desaparecimento dos nossos planos

Opinião da psicóloga Kelen Gomes

Legenda: Compaixão, família e amizade são elementos fundamentais para superar frustrações causadas pela pandemia de Covid-19
Foto: Fabiane de Paula/SVM

A pandemia por Covid-19 alterou significativamente o modo de vida das pessoas. Perdemos muito do que havíamos planejado, sejam passeios, comemorações ou mesmo contar com o emprego ou com a presença de uma pessoa querida que morreu. Precisamos abrir mão de um “mundo presumido”, vivenciado com relativo controle das situações, para experienciar um novo conceito de mundo que ainda se apresenta com muitas incertezas e lutos.

Um passo importante para iniciar um processo de elaboração quanto a isso é se permitir sentir e expressar a tristeza, o medo, a raiva. Reconhecer a dor nos abre possibilidades para seguir em frente, apesar dela. Importante não fixar na negatividade e, para isso, exercitar a resiliência, buscando estratégias para adaptar-se ao novo.

Um caminho é aceitar o apoio dos familiares e amigos, nos contatos possíveis. Além disso, fortalecer a compaixão por si e pelos outros, com resgate das memórias afetivas e do que foi construído de significativo até o momento, com atitude menos crítica e mais acolhedora, com autorização para o descanso físico e mental dentro da perspectiva de que toda crise tem um fim.

Dessa forma, contribuirá para a transformação do sofrimento em algo que faça sentido na abundância de suas experiências de vida.

Kelen Gomes
Psicóloga


Categorias Relacionadas