Cirurgia

Unidade móvel treina profissionais cearenses

00:00 · 12.11.2013
Os hospitais de Messejana (desde ontem até o dia 14) e o Waldemar de Alcântara (de 18 a 21 de novembro) recebem a Unidade Móvel Educacional Covidien (Umec). A Covidien, líder mundial na fabricação e distribuição de soluções de saúde, faz parcerias com profissionais da área, agências do governo e organizações não governamentais para tratar de uma lacuna: o treinamento de cirurgiões em técnicas minimamente invasivas, como a videolaparoscopia.

O caminhão é equipado com simuladores cirúrgicos para as aulas práticas foto: divulgação

A Umec é um trailer equipado com simuladores cirúrgicos e aparelhos de alta tecnologia para oferecer treinamento in loco de técnicas de cirurgia minimamente invasivas para profissionais de saúde em locais de difícil acesso.

“A cirurgia minimamente invasiva é uma grande oportunidade para o sistema público de saúde do Brasil. Procedimentos cirúrgicos, quando realizados com equipamento laparoscópico, são significantemente menos agressivos para o paciente, reduzindo as chances de complicação, o tempo de recuperação e os custos agregados,” diz Antonio Carlos Salles, diretor de Relações Governamentais para a AL. Depois do Ceará, a unidade móvel segue para São Luís (MA), onde permanece de 26 a 29, na Universidade Federal do Maranhão.

Ações e estrutura

Desde seu lançamento, a Umec treinou mais de 6.500 participantes em 329 classes, em 12 cidades da Bahia, de Goiás e de Mato Grosso do Sul. A unidade foi lançada na Feira Hospitalar de 2013 com o objetivo de oferecer treinamento técnico para profissionais em locais remotos do Brasil. É uma iniciativa do Departamento de Educação Clínica e Assuntos Profissionais da Covidien.

A unidade possui 14 metros de comprimento e 4,5 metros de altura, equipada com simuladores cirúrgicos e aparelhos para aulas práticas, além de um auditório apto a acomodar 18 participantes e treinadores clínicos. As aulas incluem temas como a laparoscopia, cuidado e monitoramento de pacientes em respiradores, clínica de feridas, cirurgias vasculares e eletrocirurgias.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.