Tratamento de miomas e cistos ovarianos - Viva - Diario do Nordeste

ALCOOLIZAÇÃO

Tratamento de miomas e cistos ovarianos

01.11.2008

No caso dos miomas, o método reduz o tamanho do tumor, melhorando os sintomas.

Grande parte das mulheres que têm miomas uterinos são assintomáticas. No entanto, muitos incômodos passam a comprometer a saúde da mulher quando aparecem sintomas, como sangramentos anormais fora da menstruação, intensas cólicas menstruais, sensação de compressão dos órgãos abdominais e dor nas relações sexuais. A boa notícia é a de que já existem tratamentos que podem reverter este quadro.

Uma nova técnica para tratar miomas uterinos e cistos ovarianos de fácil acesso e baixo custo está sendo realizada no Ceará. Trata-se da alcoolização, método criado há seis anos pelo ginecologista recifense Lucilo Ávila, que consiste em injetar álcool (próprio para medicina) no mioma ou cisto através de uma agulha colocada no transdutor vaginal.

No Ceará, os primeiros tratamentos com a técnica começaram a ser realizados recentemente. Conforme o ginecologista Marcelo Rocha, o álcool promove uma esclerose, dos cistos ovarianos endometrióticos e miomas. No caso dos miomas, há redução no tamanho do tumor, com uma conseqüente melhora no quadro geral dos sintomas.

Etanol

O médico explica que existem vários métodos para o tratamento conservador dos miomas, tais como cirurgias endoscópicas, miomectomias, tratamentos hormonais, embolização e até ligadura das artérias uterinas. ´A alcoolização se apresenta como mais uma opção de baixo custo, fácil utilização e resultados comparáveis aos de outros métodos´, destaca o especialista.

Tradicionalmente, os miomas e cistos ovarianos podem ser tratados por meio de procedimentos cirúrgicos, uso de análogos de anti-hormônios e embolização, que é um procedimento realizado através de cauterizações de vasos pélvicos com a utilização de raio X e geralmente com auxílio de equipamentos mais sofisticados. O ginecologista Marcelo Rocha destaca que a utilização do etanol além de ser de fácil acesso e baixo custo, já foi utilizado em tumores de fígado, mamas e tireóide. ´O procedimento é realizado sob sedação através de visão ultra-sonográfica com excelentes resultados comparados através da redução dos sintomas e do tamanho do tumor´, explica o médico.

Indicações

Dependendo da localização dos miomas e se não houver tratamento, o médico ressalta que pode haver prejuízo tanto na taxa de gravidez como também no aumento no número de abortos. Destaca que o uso da técnica da alcoolização em ginecologia não é indicada somente em portadoras de miomas. ´Já temos experiência em casos que exigem punções e alcoolizações de cistos endometriais principalmente nas pacientes que iriam se submeter a tratamentos de infertilidade de alta complexidade, como a fertilização in vitro. Embora a nossa casuística da embolização dos miomas não seja muito alta, vemos com bastante interesse a indicação deste novo arsenal terapêutico pelos seus resultados, por sua facilidade técnica e por seu baixo custo´.

O ginecologista explica que o tempo médio da alcoolização dura em torno de 15 minutos e, após seu término, as pacientes permanecem duas horas em observação, recebendo alta, caso a evolução seja satisfatória. Além disso, para localizar o mioma ou cisto, o médico acompanha as imagens através do ultra-som. ´Após um dia, a mulher pode retomar sua rotina normal. A alcoolização reduz o mioma em 50%, enquanto nos cistos a resolução é completa´, conclui Rocha.

SINTOMAS/MIOMA

Sangramento uterino anormal fora do período menstrual;
Cólicas menstruais intensas;
Sensação de que a bexiga e o intestino estão sendo comprimidos;
Crescimento anormal do útero. A mulher pode se sentir grávida;
Dor nas costas e pernas;
Dor abdominal intermitente;
Anemia por sangramento uterino anormal;
Vontade constante de urinar;
Dor durante a relação sexual.

SINTOMAS/CISTO

Irregularidade no ciclo menstrual;
Aumento do volume abdominal;
Dor pélvica;
Evidências da presença do cisto visualizado pelo exame de ultra-som.

PAOLA VASCONCELOS
Repórter

Comente essa matéria


Editora Verdes Mares Ltda.

Praça da Imprensa, S/N. Bairro: Dionísio Torres

Fone: (85) 3266.9999