ONU

Saúde é tema em reunião

20:33 · 09.07.2011
Em setembro, em sua Assembleia geral, a Organização das Nações Unidas (ONU) tratará de um assunto importante para a saúde pública: as doenças não transmissíveis (câncer, diabetes, problemas cardiovasculares e respiratórios). Estas respondem por 63% das mortes que ocorrem em todo o mundo e, estando diretamente relacionadas ao estilo de vida.

O tema foi amplamente discutido no encontro promovido pela Sociedade Americana do Câncer, semana passada, em Nova York, com a presença de representantes da sociedade civil de 46 países, responsáveis por organizações não governamentais e vários especialistas.

O presidente da SAC, John Seffrin entende ser importante levantar essas questões com as autoridades governamentais. Segundo ele, a maior incidência desses males recai sobre sociedades mais ricas, que podem comprar comidas caras, bebidas alcoólicas e cigarros, fatores associados ao desenvolvimentos desses males.

"Os governos podem tomar decisões que recompensem e encorajem fundamentalmente os hábitos saudáveis às populações. Também podem reforçar a disponibilidade de tratamento para as pessoas com doenças não transmissíveis. Além de financiar pesquisas e promover exames preventivos", concorda Asha-Rose Migiro, vice-secretária-geral da ONU.

Esta é a segunda vez em uma reunião da ONU que o tema saúde será levantado (a ocasião anterior se deu há dez anos atrás, em 2001, quando se conseguiu determinar importantes cooperações internacionais e ações para o combate da epidemia da Aids).

Os responsáveis pela elaboração de políticas econômicas da organização mundial tendem a ver as doenças não transmissíveis como um problema restrito ao setor de saúde, quando na verdade não é. "Este acaba sendo um grande equívoco".

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.