AÇÚCAR

Saudável e com aparência mais jovem

23:30 · 10.12.2011
( )
Em diabéticos os efeitos do açúcar parecem ser ainda piores. Segundo o estudo, esses pacientes tem um envelhecimento aparente da face aumentado pelo excesso de glicose no sangue
Em diabéticos os efeitos do açúcar parecem ser ainda piores. Segundo o estudo, esses pacientes tem um envelhecimento aparente da face aumentado pelo excesso de glicose no sangue ( Arquivo )
Pesquisa testou níveis de glicose no sangue de mais de 600 homens e mulheres
Pesquisa testou níveis de glicose no sangue de mais de 600 homens e mulheres ( )
Pesquisa sugere ligação entre ingestão de glicose e envelhecimento facial aparente

Se para a maioria a ingestão de doces é sinônimo de uma vida mais alegre e prazerosa, o que pesquisas científicas internacionais têm constatado é que altos níveis de açúcar no sangue podem nos fazer parecer mais velhos do que realmente somos.

Estudo recente foi realizado em conjunto por pesquisadores do Centro Médico da Univerdidade de Leiden e da área de Pesquisa & Desenvolvimento da Unilever e identificou, pela primeira vez, uma relação entre a percepção da idade facial e da ingestão excessiva de açúcar, comprovando que pessoas com faixa etária entre 50 e 70 anos que apresentavam altos níveis de glicose no sangue aparentavam bem mais velhas do que as que estavam com níveis mais baixos.

O estudo, publicado na revista científica AGE, foi conduzido como parte da iniciativa Consórcio dos Países Baixos para o Envelhecimento Saudável, que pretende entender como se pode preservar a saúde conforme os indivíduos envelhecem.

Conduzida na Holanda, a pesquisa testou os níveis de glicose no sangue de mais de 600 homens e mulheres sem que estivessem em jejum, que depois foram fotografados. Posteriormente sua idade real foi comparada com sua idade facial percebida por 60 avaliadores independentes. O estudo completo está disponível em no site http://bit.ly/t0GO9w.

Aparência facial

A pesquisa também envolveu a análise de pacientes diabéticos - que tiveram exposição a altos níveis de açúcar no sangue por um longo período. Segundo os pesquisadores, a idade facial percebida, nesses casos era ainda maior que a de não diabéticos. A validade dos resultados foi fundamentada também levando-se em conta fatores que sabidamente influência o envelhecimento facial, a exemplo do tabagismo, da exposição solar e do IMC (Índice de Massa Corporal).

Para a professora associada ao Centro Médico da Universidade de Leiden, Diana van Heemst, os resultados desse estudo ressaltam ainda mais a importância do controle dos níveis de glicose no sangue para o bem-estar e saúde na meia-idade avançada. "O benefício associado de ter uma aparência mais jovem pode proporcionar uma motivação adicional para a adoção de mudanças saudáveis no estilo de vida de pessoas na faixa entre 50 e 70 anos de idade".

Estudos anteriores já vinham sugerindo que o excesso de açúcar no sangue traz diversos prejuízos para a saúde das pessoas. Porém, o referido estudo aponta que a moderação nos doces pode ajudar também a manter uma aparência mais jovem. Os resultados demonstraram que, para cada 1mmol/litro de açúcar a mais no sangue, há um aumento de pelo menos cinco meses na idade aparente.

"Embora existam caminhos conhecidos através dos quais altos níveis de glicose poderiam influenciar o envelhecimento facial, serão necessárias pesquisas adicionais para que possamos identificar a verdadeira causa subjacente", diz o cientista sênior dos laboratórios de Pesquisa & Desenvolvimento da Unilever em Colworth Science Park, David Gunn.

ANAMÉLIA SAMPAIO
REPÓRTER

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.