REPOSIÇÃO

Porque combater a deficiência de vitamina D

19:55 · 27.02.2011
A luz solar é a principal fonte que ajuda na síntese e produção desse micronutriente essencial à saúde

Tomar banho de sol e ingerir os alimentos adequados é a fórmula capaz de nos fornecer a absorção suficiente de vitamina D, certo? Infelizmente, várias pesquisas têm demonstrado que viver em um país tropical e ter uma dieta rica nesse micronutriente não nos deixa livres da deficiência da vitamina colecalciferol, problema que afeta todos os continentes, faixas etárias e socioeconômicas.

Segundo estudo realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e divulgado em coletiva realizada pela Sanofi-aventis, em São Paulo, a prevalência de hipovitaminose ao final do inverno é de 77,4% na população paulistana. Embora haja diminuição ao final do verão (37%), a taxa ainda é considerada elevada. Além disso, a ingestão de vitamina D por meio de dieta alimentar é insuficiente, uma vez que poucos alimentos contém o micronutriente em quantidade necessária.

Ossos fortalecidos

A vitamina é lipossolúvel e encontrada sob as formas de vitamina D2 e D3, que, em quantidades insuficientes, fazem com que o cálcio não seja absorvido de forma adequada pelo organismo, prejudicando a formação e manutenção dos ossos, que se tornam enfraquecidos.

A vitamina D3 é 87% mais potente que a vitamina D2(encontrada em vegetais, gema de ovo e alguns peixes), e é a única produzida pelo próprio corpo humano por meio da exposição aos raios solares. A melhor forma de absorver o colecalciferol é, portanto, tomando banho de sol diariamente.

Essa absorção pode ser influenciada por alguns fatores como permanecer em locais fechados, uso de protetor solar, cor da pele (quanto mais escura maior deve ser o tempo de exposição), roupas, envelhecimento (com a idade diminue-se a capacidade de sintetizar a vitamina D), obesidade, comprometimento hepático, uso de certos medicamentos, má absorção por conta de algumas doenças, período do dia, estação e latitude.

Quanto maior a exposição solar, mais eficiente será a produção de colecalciferol. Entretanto, devido aos danos que o sol pode traz à pele, a maioria dos médicos recomenda uma exposição moderada com a realização de atividades externas cerca de 15 minutos antes das 10 horas ou após às 16 horas.

Além disso, suplementos de vitamina D3 - a exemplo do recém lançado DePURA - são seguros e ajudam na absorção do micronutriente.

Deficiência

80% dos habitantes da grande São Paulo apresentam deficiência de vitamina D. Estima-se que, sem ela, apenas 10 a 15% do cálcio ingerido é absorvido pelo corpo humano.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.