Bem-estar

Óleos essenciais de plantas nativas

00:00 · 12.01.2014
Efeitos terapêuticos no tratamento de enfermidades causadas pelo desequilíbrio dos doshas (emoções)

A yurveda é o nome do conhecimento médico desenvolvido na Índia há cerca de 7 mil anos que engloba vários métodos, entre eles a massagem ayurvédica. Sua característica profunda envolve emoções, sensibilidade e espiritualidade. Por isso, trabalha os doshas (humores biológicos que atuam na fisiologia do ser e na formação dos desequilíbrios psicofísicos), o que confere uma atmosfera mística em torno da técnica.

Os óleos também agem no tratamento de problemas psico-emocionais FOTO: NATINHO BARRETO

São três doshas: Vata (espaço e ar), Pitta (água e fogo) e Kapha (água e terra). O dosha Vata é o princípio dominante no corpo que controla o movimento; o Pitta comanda o metabolismo e a digestão; enquanto o Kapha responde pela estrutura física e o equilíbrio dos fluidos. "Na medicina ayurveda se defende que a pessoa é o que come. O principal papel das terapias ayurvédicas é equilibrar os três doshas, evitando o surgimento das enfermidades causadas pelo desequilíbrio dos doshas", explica o terapeuta ayurvédico, Wagner Figueiredo, mestre em antropologia médica pela London College University e terapeuta ayurvédico pelo Kerala Institute India e Ayurveda Pura London.

Focos de desequilíbrio

Para identificar o dosha, antes de iniciar as sessões, o terapeuta faz uma anamnese para conhecer quais focos de desequilíbrio devem ser trabalhados. O tratamento é natural e engloba várias técnicas (Abhyanga, Shirodhara, Pinda Sweda, entre outras), onde os óleos essenciais atuam como nutrientes para a pele. "Segundo a visão oriental, contêm proteínas e carboidratos que são absorvidos e assimilados pela epiderme, o que leva à prevenção da secura, melhora do brilho e evita o envelhecimento prematuro", diz o terapeuta.

O efeito terapêutico dos óleos essenciais age diretamente no tratamento, principalmente, de problemas psíquico-emocionais, além dos efeitos aromáticos sobre os doshas.

"Por sua composição química, os óleos essenciais tê a capacidade de promover respostas fisiológicas e endócrinas no organismo por meio dos nervos olfativos e do sistema límbico (conjunto de estruturas do cérebro responsáveis por controlar as emoções que parcialmente participam das funções de aprendizado, da memória e do sistema endócrino)", afirma o terapeuta Wagner Figueiredo.

Na Índia, os óleos essenciais são à base de gergelim, coco, mostarda e outras sementes. Os óleos essenciais da massagem ayurvédica também podem ser adaptados à realidade local, principalmente em função do clima. No Brasil, são utilizados os óleos indianos como também outros feitos à base de plantas nativas como a copaíba, o pequi, a andiroba e a palmeira peruana.

Adaptação brasileira

Fabricados na Índia ou adaptados no Brasil com as sementes produzidas em terras brasileiras, os óleos essenciais se mantêm eficazes na terapia para estímulos de reações comportamentais, trabalhos com traumas antigos e vícios emocionais, segundo o terapeuta ayurvédico Wagner Figueiredo (Spa Ocas do Índio; 85-3338.7289; www.ocasdoindio.com.br). Cada óleo tem função específica para aliviar e tratar a dor do paciente.

O óleo essencial da semente da andirobeira, grande árvore amazônica com diversas substâncias medicinais, contém propriedades emolientes, anti-inflamatória, antirreumática, antisséptica, cicatrizante, inseticida e purgativa.

Já a copaíba, de acordo com o especialista, é conhecida desde tempos remotos pelos Incas, Maias e outros povos que a consideravam como tesouro dos deuses, sendo chamada de ´Óleo da Vida´. Isso por conta das suas propriedades regeneradoras, curativas, nutritivas, lubrificantes e tônicas.

A palmeira peruana, encontrada na região amazônica, é recomendada no tratamento de torcicolo, dores de cabeça, dores reumáticas, má circulação e erisipela (conhecida como mal-do-monte, uma infecção cutânea).

O óleo essencial de pequi, por sua vez, é um eficiente redutor da ação dos chamados radicais livres (moléculas que se formam no organismo humano e reagem de forma danosa às células sadias) e está qualificado como coadjuvante no tratamento do câncer.

"A utilização desse óleo nas terapias ayurvédicas tem nos mostrado um excelente resultado em vários pacientes que são tratados dos mais variados males", revela o terapeuta.

Sucos e líquidos terapêuticos

Além da utilização dos óleos essenciais, há terapias em que se aplica também o suco de maracujá e capim santo, a água de coco e o soro da coalhada de leite. "Devido ao nosso clima quente, esses elementos produzem excelentes efeitos terapêuticos, refrescando o calor corporal, auxiliando o corpo a absorver mais energia, sendo indicados para as pessoas que sofrem desequilíbrio nos doshas. Como afirma o professor Adalberto Barreto (psiquiatra), precisamos manter nossos pés quentes e a cabeça fria sempre, para que haja um profundo equilíbrio em nosso ser", encerra.

VICKY NÓBREGA
ESPECIAL PARA O VIDA

FIQUE POR DENTRO
Definições e origem da Ayurveda

Ayurveda significa, em sânscrito, Ciência (veda) da vida (ayur). Ainda é a medicina oficial na Índia e tem sido difundida por todo o mundo. Seus princípios e estudos foram referência para o desenvolvimento da medicina tradicional chinesa, árabe, romana e grega.

Para este conhecimento médico, a doença está além da manifestação de sintomas perigosos à manutenção da vida. Ela considera que o distúrbio se inicia bem antes de chegar à fase em que pode ser percebida. Ou seja, são os pequenos desequilíbrios que podem aumentar com o tempo caso não sejam corrigidos, gerando, assim, a enfermidade.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.