AUTOCONHECIMENTO

O yoga da ação

18:27 · 13.08.2011
( )
Paulo rosas prepara mensalmente instrutores no Tantra Yoga, caminho de crescimento
Paulo rosas prepara mensalmente instrutores no Tantra Yoga, caminho de crescimento ( FOTO: ARQUIVO )
A controvérsia provocada por conceitos arraigados quanto a algumas práticas, como do Yoga, por exemplo, certamente se origina da falta de compreensão do significado da palavra. Definida como "união", o Yoga fundamentou seu conhecimento na filosofia milenar e foi sendo repassado de mestre para discípulo, ou de guru para seguidor.

O instrutor de Tantra Yoga, Paulo Murilo Rosas, vem preparando desde o começo deste ano, no Centro Mandala de Artes, Yoga e Terapia, profissionais de Fortaleza nesta modalidade. O Sadhana Tantra é um caminho amplo de autoconhecimento.

"No caminho tântrico não podemos ser mero expectadores", diz Rosas, explicando que este caminho requer um envolvimento ativo e compromisso. "Nós precisamos agir!", ressalta.

Seguir os ensinamentos tântricos e executar as práticas neles baseadas contribui, de acordo com o instrutor, para se produzir mudanças efetivas na personalidade, colocando essa decisão em suas próprias mãos. "Nós somos os únicos responsáveis por essas mudanças".

O praticante do Tantra Yoga da linha Dakshina (filosofia que abrange várias disciplinas) ao iniciar sua Sadhana (processo) percebe logo que suas atitudes, valores e aspirações passam por uma transformação gradual mas radical. E, na medida que o processo vai agindo em seu próprio ritmo, as mudanças se sedimentam. A orientação das práticas deve ser cuidadosa e criteriosa, a fim de cada praticante identificar e reconhecer sua verdadeira natureza que é um caminho de auto realização.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.