AUTOCURA

Liberar as emoções

03:27 · 11.09.2011
( )
Iza Brunetta pratica a técnica de liberação emocional (EFT), que ajuda no realinhamento , uma vez que as emoções vão bloqueando os canais energéticos do corpo gerando doenças
Iza Brunetta pratica a técnica de liberação emocional (EFT), que ajuda no realinhamento , uma vez que as emoções vão bloqueando os canais energéticos do corpo gerando doenças ( Adriana Pimentel )
Com a consciência ampliada é possível restabelecer vários aspectos que levam o indivíduo a ter de enfrentar dificuldades e até adoecer

O analista de rede Tiago Gomes Ribeiro, 31 anos, faz tratamento com Emocional Freedon Thecniques (EFT) há cerca de um ano. Ele sofria de estresse elevado e falta de atenção enquanto dirigia.

Por diversas vezes, conta Tiago, chegou ao ponto de quase partir para a violência no trânsito. Por indicação de uma amiga, decidiu buscar ajuda, quando encontrou uma terapeuta que aliava duas abordagens: a terapia craniossacral e a EFT. Até então, nunca havia procurado qualquer outro tipo de profissional. "Já na primeira consulta os resultados positivos começaram a aparecer. A família logo percebeu a mudança de minha conduta. Fiquei muito mais tranquilo".

Sem agulha

A abordagem difundida como EFT, também conhecida como Técnica de Liberação Emocional, vem sendo empregada há quase duas década com bons resultados, principalmente quando a identificam como acupuntura sem agulha. Isso porque nesta abordagem, a atuação sobre pontos chaves da acupuntura tradicional, com leves toques dos dedos, dá uma configuração nova à técnica mais popular da Medicina Tradicional Chinesa.

De acordo com a Iza Brunetta, acupunturista e terapeuta que tem sido pioneira no Ceará no estudo dessa técnica, ensino e utilização de novas abordagens no segmento dos tratamentos complementares, como a EFT, esta técnica tem sido conhecida por seu alcance, uma vez que ajuda a liberar as emoções mais intensas, modificando estados de espírito densos para situações sutis.

Conforme Iza, que continua a trata de Tiago, algumas abordagens se complementam e ajudam na obtenção de resultados mais rápidos. Sobretudo porque a EFT ajuda na ampliação da consciência. Gradativamente, é possível liberar as emoções bloqueadas que nos prendem, uma vez que são elas que estão por trás das motivações que nos impulsionam a agir no mundo. Com Tiago, a terapeuta iniciou o tratamento com a terapia craniossacral, seguida da aplicação da EFT.

A terapeuta identifica quando o cliente está na maca os bloqueios que vai encontrando no corpo, correlacionando-os a questões emocionais que precisam ser liberadas. Cada bloqueio, segundo Iza, guarda no corpo memórias que provocam dor. Essas memórias podem ser trabalhadas de forma gradual e sucessiva com EFT, com o objetivo de se alcançar uma resignificação (a conduta leva a pessoa a um patamar mais elevado de consciência).

Iza Brunetta explica que na perspectiva do trabalho de liberação somato emocional a emoção é antecedida por um pensamento não percebido ou tampouco facilmente identificado, a não ser que se esteja bastante atenta. O cérebro recebe aquela informação (em termos de palavras e imagens mentais) como se estivesse acontecendo e começa a liberar todas as substâncias químicas possíveis pelo sistema glandular. Em seguida, começam a aparecer as consequências físicas daquelas substâncias liberadas na corrente sanguínea: palpitações, aceleração dos batimentos cardíacos, respiração difícil, tremores, elevação da temperatura corporal, enfim, uma série de fatores já visíveis e que causam desconforto. Nem sempre, contudo, a pessoa consegue fazer associação imediata do pensamento com o subsequente mal-estar.

Curador interno

Conforme André Lima, terapeuta e instrutor com quem Iza Brunetta complementou seus conhecimentos sobre a EFT (mais informações no site www.eftbr.com.br), a aplicação da técnica se sucede com o cliente realizando a estimulação de determinados pontos de acupuntura (na mão, na região do golpe de "karatê", no alto da sobrancelha, abaixo dos olhos e do nariz, no queixo, próximo ao timo e na lateral do corpo, abaixo da axila) com batidas com as pontas dos dedos. "Essa estimulação, registra André Lima, é aplicada para desbloquear a energia estagnada, o que tem o efeito de liberar e eliminar a emoção negativa guardada, ou aliviar o que está por trás dos sintomas físicos, promovendo bem estar físico e emocional", revela.

Os pontos são bem fáceis de localizar e de tocar, explica Lima. Também não há necessidade de acertá-los de forma milimétrica para que haja um bom resultado. A experiência do terapeuta consigo e ensinando outras pessoas tem mostrado a ele que quando se bate próximo ao local, o canal energético das imediações recebe o estímulo devido à vibração em sua proximidade, provocando efeito de liberar a emoção negativa guardada.

O terapeuta costuma dar todas as instruções, conduzindo para que sejam encontrados os sentimentos negativos que precisam ser dissolvidos, e a partir daí leva a pessoa a aplicar a EFT, que tem o efeito de dissolver estes sentimentos, trazendo alívio já no momento da sessão. Na verdade, o sistema consiste na autoaplicação da técnica, sob a orientação do terapeuta.

Iza Brunetta (www.izabrunetta.com.br) tem programado para outubro o curso "Soltando as emoções e encontrando a paz" para repassar a técnica de liberação emocional. Após o curso, ela pretende formar um grupo para compartilhar os benefícios.

Conta ter atendido uma jovem com um comportamento característico da conduta feminina, de sofrer com o sofrimento de todos de sua família. Iza diz que tem aprendido muito ao usar a EFT, pois a separação de um terapeuta distante de seu cliente acaba desaparecendo, já que curador e curado viram um só. "Sabemos que somos todos um", pontua.

Crê ser possível liberar o lixo emocional, ao invés de ficar falando dos problemas, porque assim há uma tendência em aumentar nossas dores e recriar traumas e situações indesejáveis. "Quando soltamos coisas antigas que carregamos - as emoções negativas - nos tornamos mais seguros e felizes. Ao nos reconciliarmos com a vida, alcançamos o bem-estar, porque o perdão é de fato a chave de tudo. Estarmos susceptíveis significa maior reatividade. Ao entrarmos em um nível mais essencial do nosso ser, nos tornamos sensíveis mas sem trazermos nada para o pessoal", conclui.

Fique por dentro

Alívio dos sintomas

A técnica de liberação emocional foi desenvolvida pelo terapeuta californiano Gary Craig para a liberação de emoções negativas que causam sintomas, assim como as que se originam de diferentes tipos de traumas.

A abordagem opera por meio do balanceamento energético dos meridianos de acupuntura (descobertos pelos chineses há 5 mil anos e utilizados na MTC). Craig descobriu que mesmo sem agulhas, através de toques feitos pelo próprio cliente em alguns pontos, era possível obter o alívio dos sintomas.

Entrevista

André Lima
Terapeuta e instrutor de EFT

"Não temos noção exata da carga emocional negativa que carregamos"

Em que áreas a técnica tem apresentado bons resultados?

Por se tratar de uma técnica que dissolve de forma ampla os sentimentos negativos que guardamos, o resultado prático são melhoras em todas as áreas: auto estima, saúde física, relacionamentos, vida profissional. Na realidade, está tudo interligado. Quanto maior o bem-estar alcançado, mais veremos reflexos positivos na vida das pessoas. Normalmente, não temos a real noção da carga emocional negativa que carregamos. É como se fosse uma mochila pesada que as pessoas já se acostumaram a carregar e, por isso, nem percebem o quanto isso dificulta suas vidas. Ao iniciarmos o processo de limpeza com a EFT é como se um peso fosse removido a cada aplicação. Assim a pessoa começa a sentir muito mais facilidade e leveza ao lidar com a vida.

A EFT tem algum tipo de contra indicação se a pessoa fizer errado? Explique.

O máximo que pode acontecer se alguém fizer "errado" é não obter um bom resultado. Às vezes, podem surgir desconfortos ao aplicar a técnica pois a liberação dos sentimentos negativos pode provocar choro, ansiedade e outros sintomas. Mas isso não seria por uso incorreto, e sim, por um processo natural que pode ocorrer. Basta persistir para o bem estar se restabeleça mais rapidamente.

As pessoas conseguem se disciplinar neste aprendizado?

Os cursos online trazem uma boa compreensão da técnica e é possível que as pessoas, através deste aprendizado, venham a ter excelentes resultados. Muitos alunos usam a ferramenta após o curso e se beneficiam bastante. Já outros, por questões variadas, muitas vezes ligadas a uma auto sabotagem, não se aplicam tanto quanto poderiam, deixando de tirar o máximo proveito da EFT.

Conte-nos como a EFT tem ajudado em sua vida.

A EFT tem ajudado em todas as áreas da minha vida. Na profissional foi onde a mudança foi mais visível. Estava falido com uma firma de engenharia que tive por sete anos e, depois da mudança, passei a ser um terapeuta, palestrante e professor de EFT. A saúde física também tem melhorado. Sempre tive bastante alergia respiratória e esse quadro hoje está bem mais ameno. Costumo usar a EFT como ferramenta principal de trabalho, devido a sua grande eficácia. Todo tipo de trabalho energético pode utilizado em conjunto com a técnica: florais, Reiki, acupuntura, psicoterapia, constelação familiar.

ROSE MARY BEZERRA
REDATORA

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.