GIÁRDIA

Condutas de higiene contra os parasitas

23:03 · 09.04.2011
Uma relação muito próxima com um pet exige cuidados essenciais como lavar bem as mãos antes de se alimentar
Uma relação muito próxima com um pet exige cuidados essenciais como lavar bem as mãos antes de se alimentar ( FOTO: ARQUIVO )
( )
Realize exames periódicos para controlar as parasitoses nos animais domésticos

Conviver mais intimamente com animais de estimação é uma condição cada vez mais frequente. Tanto é assim que, em função dessa relação tão próxima, muitos pets conquistaram espaço nas áreas internas das residências, como salas, quartos e cozinhas, principalmente quando a família reside em um apartamento.

Mas, para que a relação entre o homem e o animal seja realmente saudável, é essencial que algumas condutas de higiene sejam observadas com atenção, principalmente em relação à prevenção da giardíase, destaca o médico veterinário Márcio Moreira, especializado em Patologia Clínica pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Mestre em Fisiopatologia pela Universidade de São Paulo (USP).

Transmissão

"Ao contrário do que muitos pensam, a doença não acomete apenas cães em canis. Estudos recentes mostram que o parasita é prevalente em cães bem cuidados em países como o Brasil, especialmente cães jovens com menos de um ano de idade", diz o especialista que também responde pelo laboratório clínico do Hospital Veterinário Anhembi Morumbi.

Estudos internacionais sustentam a classificação da Giárdia pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como um parasita zoonótico, o que significa que as infecções são transmitidas dos animais para crianças e adultos. Por ser uma zoonose, é essencial que os médicos veterinários atentem aos sintomas, uma vez que os cistos deste protozoário são pequenos, eliminados intermitentemente pelas fezes e difíceis de encontrar. Assim, destaca Dr. Márcio Moreira, a Giárdia é um dos parasitas mais comumente subdiagnosticados na atualidade.

Como evitar

A principal forma de controle é adotar critérios de higiene. Ao levar o cão para passear, o médico veterinário sugere evitar que o animal tenha contato com água parada ou fezes de outros animais (que podem estar contaminadas), assim como oferecer sempre água filtrada e tratada com cloro. Tanto os criadouros como os ambientes onde ficam o animal devem ser desinfectados, assim como vasilhas e outros utensílios de uso de cães e gatos.

Exames de fezes devem ser realizados frequentemente mesmos nos animais que não apresentam sinais e sintomas (assintomáticos), que podem eliminar a Giárdia pelas fezes. Os animais que apresentam os sintomas (fezes amolecidas e diarreias, vômitos, perda de peso, desidratação, etc) devem ser tratados e o ambiente limpo com desinfetantes a base de amônio quaternário ou água fervente. Em função da relação muito próxima com os pets (ex: crianças), recomenda-se ter cuidado especial com as lambidas, principalmente em locais próximos à boca.

FIQUE POR DENTRO
Ação do protozoário

Giárdia é um protozoário que parasita o intestino delgado dos animais ou do homem, apresentando caráter zoonótico; pode ser transmitida do animal para crianças, adultos e idosos. As principais consequências encontradas nos animais infectados são: manifestações gastrointestinais - diarreia, fezes com odor fétido, alterações na absorção de nutrientes, má digestão e hipermotilidade intestinal. Tais condições podem causar perda de peso e desidratação (quando não tratada corretamente para evoluir para o óbito).

Cuidados e prevenção

Em criadouros, tais como canis e gatis, é importante a limpeza e desinfecção de vasilhas e utensílios utilizados em diferentes recintos;

Sempre ofereça ao animal água filtrada ou previamente tratada com cloro. Este ato reduz a exposição do pet ao parasita;

Ao passear nas ruas, não deixe o animal ingerir água empossada ou entrar em contato com fezes de outros animais;

limpe frequentemente os ambientes em que vivem os animais infectados. É importante que sempre sejam removidas as fezes, sendo o local desinfectado com solução de amônia quaternária ou água fervente.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.