PREVENÇÃO

Comportamento agressivo da criança será tema de eventos

23:03 · 09.04.2011
O movimento e o brincar são, para a Psicomotricidade, cami nhos de prevenção para doenças relativas à agressividade
O movimento e o brincar são, para a Psicomotricidade, cami nhos de prevenção para doenças relativas à agressividade ( FOTO: ARQUIVO )
( )
Quais são os laços que ligam a agressividade e a violência? Para entender melhor a dinâmica do comportamento agressivo, que pode ou não repercutir em atitudes violentas, estudiosos se reunirão - a partir de amanhã até o dia 20, - no Colégio 7 de Setembro. A criança será o foco principal durante três grandes eventos promovidos pelo Instituto de Prevenção da Nutrição e do Desenvolvimento Humano (Iprede), organizados em torno da I Jornada Internacional de Prevenção da Violência.

De acordo com a psicóloga e psicomotricista Dayse Campos Souza, que coordena os cursos de pós-graduação em Psicomotiricidade da Universidade Federal do Ceará e Universidade Estadual do Ceará, a temática corresponde ao momento em que vivemos, com todos muito preocupados com as repercussões do que é repassado diariamente pela mídia.

Além de conferências e mesas redondas, serão oferecidos cursos sobre prevenção da violência, a fim de se compreender sobre o comportamento agressivo da criança.

O psicomotricista e neuro psicólogo da França Richard Parreiral é o profissional convidado para todos os eventos. O especialista abordará desde as definições e conceitos de agressividade e violência, as noções biológicas, psicológicas e psicanalíticas da agressividade, passando pelas polaridades da conduta agressiva que são a criatividade e a destruição.

Conforme a professora Dayse Campos, Parreiral, que é de origem portuguesa e vive muitos anos na França, com larga experiência em Psicomotricidade, abordará, ainda, a teoria dinâmica de Freud e a evolução psicológica sobre o comportamento infantil, que passa por diversas expressões da agressividade, da mordida à raiva, a agressão física, a oposição, a passividade, dentre outras. A agressividade também se encontra nos gestos como atitudes, mímicas, olhares, palavras, jogos.

Dayse esclarece que a agressividade é algo que o próprio bebê já manifesta e vai acompanhar seu desenvolvimento ao longo de toda sua vida.

A distinção dos diversos tipos de agressividade e a ênfase nos distúrbios de comportamento estarão também em foco nos eventos, a fim de se esclarecer sobre o momento em que a agressividade pode se transformar em patologia e o melhor momento de intervir.

A compreensão do comportamento agressivo da criança - seja antissocial, seja no papel do adulto para observar e mediar conflitos para ajudar na sociabilidade das crianças, será abordado pelo psicólogo Paulo Artuzo. O especialista mostrará também como o desenvolvimento da afetividade pode ocorrer mediante a atividade corporal.

Dayse Campos lembra que Richard Parreiral também conduzirá o mini-curso "A Criança Diferente: o Autismo, a Hiperatividade e o Brincar".

MAIS INFORMAÇÕES
Inscrições no IPREDE
e-mail: psicomotricidadeclinica@yahoocom.br
Fone: (85) 3218-4036 e 9983-2901

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.