SERRA DA IBIAPABA

Roteiro de sensações

Visita ao patrimônio histórico e contato permanente com a natureza são atrações em quatro cidades

00:00 · 07.12.2017 por Melquíades Júnior - Especial para o Tur
Image-2-Artigo-2331954-1
A Cachoeira do Cafundó é um dos locais preferidos no Parque Nacional de Ubajara ( FOTOS:THIAGO GADELHA )
Image-0-Artigo-2331954-1
Área de camping na Lapa Ecoturismo, em Tianguá, e trilha de acesso a cadeirantes, a mais recente novidade no Parque Nacional de Ubajara
Image-1-Artigo-2331954-1

Se sua aventura for subir e descer trilha, escalar, voar, então este é o lugar. Mas se for mudar de bioma sem sair do Ceará (quer aventura maior do que sair de onde está?), a Serra da Ibiapaba é uma boa opção para os cearenses, que precisam conhecer melhor este lugar.

Se você está no sertão do Interior ou no litoral da capital, prepare-se para subir à serra em uma verdadeira rota de sensações, que inclui visita ao patrimônio histórico e contato permanente com a natureza.

> Memórias e sabores  da Serra da Ibiapaba 

Esse pedaço de mata atlântica que é a Serra da Ibiapaba ainda precisa ser melhor conhecido pelos cearenses. Para isso, o Sebrae localizou o melhor de cada espaço, em cultura, gastronomia e aventura, e assim podemos descobrir uma pousada em que basta abrir a porta do chalé e dar de cara com uma rampa natural para a prática de esportes de aventura.

No Sítio do Bosco, em Tianguá, a diversão é em terra, ar e caverna. Isso porque, a despeito dos mais de 700 metros de altitude, é possível seguir trilhas até algumas cavernas. Calma: tem desde a trilha simples, para os mais sedentários, a outras mais distantes, para a galera "fitness", ou nem tanto.

A chegada é surpreendente: sendo a serra cheia de 'olho- d'água'', prepare-se até para cachoeira. O lugar é para todos os públicos e idades.

As crianças ainda contam com piscinas amplas e com playground para a diversão. "Nossa proposta é um turismo sustentável. Então, a gente faz reaproveitamento de tudo", explica João Bosco, que praticamente recriou os seus 20 hectares de encosta de serra. Além de possuir chalés e apartamentos, o sítio conta com espaço de camping para até 300 pessoas.

Essa contemplação de serra também é vista ali pertinho, no Lapa Ecoturismo, que conta com mirante, restaurante, piscina de pedra logo na encosta da chapada e áreas de camping. É um lugar de muita calmaria. Grito ali, só dos pássaros e soins que de vez em quando vêm dar um 'oi' para a foto.

De frente para a beleza brejada da serra, o ritmo é lento de caminhada e contemplação, exceto se o aventureiro for de bike, que também encontra espaço nesse lugar.

Como se ainda não pudesse ficar mais bonito, o lugar se amarelou nas alturas com a florada dos ipês, que dão sombra para redes de dormir armadas na sequência de árvores.

Para comprovar toda a diversidade visual, a dica é uma aula-voo de parapente com o instrutor Francisco Rogério. Um jeito diferente de apreciar o próprio mirante da serra e contemplar essa beleza verde e úmida que também tem o Ceará.

a
Uma rampa natural no Sítio do Bosco, em Tianguá, tem estrutura para aulas e passeios de voo de parapente. Está a 700 m de altitude e proporciona uma vista deslumbrante da Serra da Ibiapaba, que separa o Ceará do Piauí (FOTO: MARCELINO JUNIOR)

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.