Jalapão

Os encantos do deserto das águas

Cenário da próxima novela da Globo, o Parque Estadual do Jalapão revela riquezas naturais do Tocantins

Dunas do Jalapão apresentam coloração dourada e são cercadas por Chapadões
00:00 · 07.09.2017 por Marlyana Lima - Editora

As cachoeiras, dunas, chapadões e rios de águas cristalinas que embelezam o Parque Estadual do Jalapão, no leste do Estado do Tocantins, a cerca de 300 quilômetros da capital Palmas, estão entre os "segredos" mais bem guardados do ecoturismo brasileiro.

Em breve, porém, as paisagens desse destino ainda pouco explorado pelos turistas brasileiros vão começar a invadir a telinha e certamente encantarão milhões de telespectadores, já que suas principais atrações servirão de cenário para a nova novela da Rede Globo, "O Outro Lado do Paraíso".

Para atender a demanda dos que desejam conferir de perto aquilo que o Brasil vai ver nas cenas do folhetim a partir de outubro, algumas agências estão reforçando os pacotes de viagem. É o caso da Visual Turismo e da Descubra Turismo, operadoras que oferecem expedições que podem durar até uma semana, com direito a hospedagem no parque tocantinense. Há pacotes com diferentes passeios e preços a partir de R$ 2.570 por pessoa (incluindo passagens, hospedagem e café da manhã).

Vale lembrar que para promover as expedições dentro do parque estadual e demais áreas protegidas do Jalapão é necessário que a agência de viagem seja cadastrada no Ministério do Turismo e licenciada pelo Instituto Natureza Tocantins (Naturatins).

Safari Camp

A maior parte dos pacotes tem como destino o Safari Camp Korubo, um bem estruturado acampamento às margens do Rio Novo, com direito a prainha particular e tendas no estilo das oferecidas por diversas reservas africanas.

Cada uma delas acomoda duas pessoas e tem banheiro privativo com aquecimento solar, já que, para não competir com o brilho do céu, não há energia elétrica nas redondezas. As tendas têm apenas pequenos Leds.

Para começar o dia, a proposta é canoagem de nível fácil no Rio Novo e passeios pelas famosas dunas, cercadas por imensos chapadões. Elas apresentam uma coloração dourada única no Brasil. O lugar é perfeito para contemplar o pôr do sol e o surgimento das primeiras estrelas no céu.

Outra atração muito famosa é o Fervedouro do Soninho, um incrível poço - que funciona como piscina natural - onde é impossível afundar, já que o local é uma nascente na qual a água brota do solo com tamanha pressão que impede o corpo de submergir. É diversão garantida!

A próxima parada fica a 15 quilômetros e ajuda a aliviar as altas temperaturas da região: a Cachoeira da Formiga, cuja queda forma uma piscina de águas cristalinas e tonalidade verde-esmeralda.

As explorações costumam terminar na localidade de Mateiros, onde a comunidade quilombola de Mumbuca, trabalha com a produção de peças - de decoração e acessórios de moda - trançadas com a palha do capim dourado. O melhor de tudo: com preços bem convidativos.

Vistas panorâmicas

Entre os cartões-postais do Jalapão está a Cachoeira da Velha, a maior do parque com seus 25 metros de queda em forma de ferradura. Um belo espetáculo natural.

Já o Mirante da Serra, local selvagem e misterioso, revela uma vista panorâmica da reserva e dá uma boa noção de como se formam as dunas locais através das forças hídricas. Chegar ao topo exige uma caminhada de oito quilômetros, dos quais 800 metros, logo no início, são de subida íngreme que exigem um bom preparo físico.

Aliás, quem pretende ir ao Parque Estadual do Jalapão precisa estar ciente de que vai embrenhar-se numa vizinhança isolada com infraestrutura ainda limitada.

Mesmo assim, a diversidade de paisagens da região que ficou conhecida como "deserto das águas", torna o roteiro um tesouro intocado para os verdadeiros amantes das viagens de ecoturismo.

Mais informações:

www.safarinojalapao.com.br

www.korubo.com.br

www.visualturismo.com.br

www.descubraturismo.com.br

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.