Turismo de aventura

Skimbording com cavalo é sensação nas praias de Israel

No país onde o turismo de aventura começa a ganhar força, o esporte chama atenção dos visitantes. Confira vídeo

Tel Aviv é a segunda maior cidade de Israel, onde os turistas encontram diversificadas opções de lazer ( Divulgação/ Ministério do Turismo de Israel )
14:20 · 09.11.2017 / atualizado às 08:47 · 10.11.2017 por Marlyana Lima - Editora

Considerado por muitos um destino exótico, Israel vai muito além do turismo religioso. O país vem investindo na divulgação de atrações que envolvem aventura, gastronomia e eventos. Entre as atividades que chama atenção está o Skimbording com cavalo, uma variação bem incomum do surfe que já tem até campeonatos. Confira vídeo:

Locais para prática desse e de outros esportes náuticos não faltam. Embora seja mais conhecido pelas atrações históricas e culturais, Israel possui um trecho de 300 km de praias e um mar com condições perfeitas para iniciantes e surfistas mais relaxados. A altura das ondas no verão varia de 450 a 900 centímetros e as manhãs oferecem as melhores condições. No outono e inverno as ondas podem chegar a 3 metros, ideal para os surfistas mais experientes baterem seus recordes.

Quem chega a Israel também costuma se surpreender com Tel Aviv, a cidade que não para. A segunda maior cidade do país, que é banhada pelo Mediterrâneo, possui 14 quilômetros de praias e uma calçada de 22 quilômetros alinhada com cafés, pubs, bares e restaurantes. Conhecida por sua modernidade e pelo movimento 24 horas por dia, tem entre seus restaurantes alguns dos mais criativos do mundo. 

Com estilo marcante, Tel Aviv exibe mercados de artesanato, butiques chiques, arquitetura impressionante, cafés ao ar livre e está a ponto de se tornar a primeira grande cidade do mundo com wi-fi em todos os lugares. Andando pelas ruas, o viistante encontra uma compreensão mais aprofundada sobre a cultura da arte de rua e graffiti. Em Florentin, bairro que ganhou destaque nos últimos anos, há tours guiados que desvendam os segredos das obras.

Alta gastronomia

open

Um tour pelos restaurantes para descobrir a gastronomia do país também faz parte dos passeios obrigatórios em Israel. Com o intuito continuar provendo o país como destino gastronômico, o Ministério do Turismo solicitou à equipe do Guia Michelin um estudo independente sobre a posição e o potencial do setor israelense em comparação às capitais culinárias do mundo. O estudo está em andamento e está previsto para ser apresentado até o final de 2017.

Enquanto os resultados não chegam, o festival “OpenRestaurants" (foto), que está em sua segunda edição e acontece entre 14 a 18 de novembro, vai invadir Jerusalém. O evento oferece mais de 80 experiências únicas nos principais polos da gastronomia local combinadas com arte, cultura e inovação.  

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.