Na Tailândia

Praia mais famosa do mundo será interditada em junho

Maya Bay, nas ilhas Phi Phi, ficou conhecida internacionalmente depois de servir como locação para o filme "A Praia", com Leonardo DiCaprio

Maya Bay ficou famosa no filme "A Praia", onde aparecia como um dos lugares mais paradisíacos do mundo
15:16 · 10.05.2018
Da expectativa à realidade atual: superlotação na ilha Phi Phi

O sucesso tem seu preço e , às vezes, ele é alto demais. Desde que foi exibida ao mundo no filme "A Praia", estrelado pelo ator Leonardo DiCaprio, em 1999, um dos lugares mais paradisíacos do mundo tem sofrido com o intenso número de visitações. Para evitar a degradação, a Praia de Maya Bay, nas ilhas Phi Phi, Tailândia, será interditada por quatro meses a partir de junho.

Ao contrário de outros parques nacionais marinhos do país, que fecham por períodos determinados, a praia que hoje é considerada a mais famosa do mundo, tem recebido cerca de 200 barcos e 5 mil visitantes por dia, desde que foi exibida no longa-metragem. 

De acordo com as autoridades da Tailândia, a movimentação sem limites vem afetando o ambiente natural a ponto de quase extinguir os recifes de corais e espécies marinhas que viviam no local. A decisão dos biólogos foi o de interditar o local por, no mínimo, 120 dias, incluindo a alta temporada de verão.

Com a medida, os especialistas esperam reverter a destruição dos recifes que tornou-se crítica após a construção de hotéis à beira-mar. As âncoras de barcos e os resíduos de plástico deixados na areia também contribuiram bastante para a degradação ambiental.

Ao contrário do que se passa no filme - onde a "praia" é um lugar misterioso e de acesso quase impossível - esta será a primeira vez que os turistas serão proibidos de chegar à Maya Bay de barco. O único acesso passa a ser através de uma outra praia na zona sul da ilha – Loh Samah Bay -, onde os barcos podem atracar. O passeio de um quilômetro, vale pelas paisagens incríveis. Nadar nas águas cristalinas, no entanto, não será possível, até o fim de  setembro.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.