Nos Estados Unidos

Piloto faz voo teste para Boeing e traça rota no formato de um avião

O plano de voo montado reproduziu o contorno de um avião comercial e teve duração de quase 18 horas

16:37 · 04.08.2017
imagem
Durante um voo teste de quase 18 horas, piloto traçou uma rota que reproduz a imagem de um avião nos céus do Estados Unidos ( Reprodução )

Construir um dos maiores aviões do mundo não é tarefa fácil. Testar esses gigantes dos ares também não é trabalho para qualquer profissional da área. É preciso destreza, milhares de horas de voo e um excelente preparo físico. Sim porque, para quem não sabe, os testes feitos pela Boeing, uma das maiores fabricantes de aeronaves do planeta, chegam a durar até 18 horas.

Para passar tanto tempo nos ares também é preciso coragem e, em alguns casos, uma dose extra de imaginação e bom humor. Foi o que registou o site FlightAware, especializado em aviação que mostra em tempo real as rotas que são cumpridas em todo o mundo. Durante o monitoramento, detectou-se que um piloto no comando de um B787 Dreamliner fez uma rota de voo no formato de uma aeronave comercial. Um trabalho preciso e muito curioso. 

Segundo informações de funcionários da Boeing, o voo inusitado teve a duração de 17 horas e 46 minutos e cumpiu a missão de testar novos motores da fabricante Rolls-Royce. Um detalhe a mais: o voo foi mais longo do que a maior rota comercial operada atualmente, que liga Doha, no Catar, à Auckland, na Nova Zelândia, e dura em média 16 horas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.