Exemplo

No Egito, nova lei punirá guias e vendedores inconvenientes

A medida foi aprovada em abril e estabelece multas que podem chegar a R$ 2 mil para quem ficar incomodando os turistas que chegam ao país

13:52 · 28.05.2018
egito
Guias independentes e vendedores estão proibidos de importunarem os turistas no Egito

O Egito acaba de colocar em vigor uma medida que serve de exemplo para o resto do mundo e, no Brasil, seria mais do que oportuna. A lei, votada pela Câmara dos Deputados no dia 23 de abril, proibe vendedores e guias turísticos de assediarem os visitantes. Quem desobedecer será multado em até 10 mil libras egípcias, valor equivalente a R$ 2 mil. O objetivo da nova medida é diminuir significativamente a prática que perturba e gera reclamações. 

A preocupação das autoridades egípcias é legítima. O Turismo é uma das principais fontes de renda do país. Pelo menos 12% do PIB nacional vem da atividade  e o governo local quer acabar com os inconvenientes que ão comuns, principalmente nos pontos turísticos mais populares como as pirâmides.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.