No Carnaval

Fortaleza está entre as cidades que devem faturar mais com aluguel por temporada

Dados do Airbnb revelam que a Capital cearense deve alcançar um crescimento de 115% nas chegadas de hóspedes durante os cinco dias do feriadão

12:48 · 08.02.2018
air
Fortaleza é destaque no ranking dos destinos nacionais com maior crescimento na renda extra aos anfitriões

Os números do Airbnb mostram que esse Carnaval deve proporcionar uma renda extra para os anfitriões da plataforma que irão receber mais de 158 mil hóspedes nos cinco dias do feriadão, um aumento de cerca de 60% em relação ao ano passado. No total, os aluguéis por temporada - somente na plataforma - devem movimentar no Brasil em torno de R$ 92,7 milhões

O levantamento revela que as cinco cidades com maior número de hóspedes neste feriadão serão Rio de Janeiro, Florianópolis (SC), São Paulo, Guarujá (SP) e São Sebastião (SP). A escolha mostra que os destinos praianos seguem em alta na preferência dos viajantes, seja para curtir a festa ou para descansar. Somente no Rio de Janeiro e São Paulo, que se consolidam na plataforma como preferência de Carnaval, a renda dos anfitriões somará quase R$ 32 milhões no período.

A procura pelas cidades do Nordeste no Carnaval também seguiu a tendência de aumento. Com isso, os moradores de Fortaleza, Salvador, Recife e Maceió que estão alugando seus espaços pela plataforma terão uma renda extra de quase R$ 5 milhões nos cinco dias de folia.

Puxando o crescimento estão Maceió, que receberá 122% mais hóspedes pela plataforma neste ano, e Fortaleza, com um crescimento de 115% nas chegadas de hóspedes. Confira os rankings:

Top 5 destinos nacionais mais reservados pelos brasileiros para o Carnaval

  1. Rio de Janeiro, RJ
  2. Florianópolis, SC
  3. São Paulo, SP
  4. Guarujá, SP 
  5. São Sebastião, SP

Top 5 destinos nacionais com maior crescimento na renda extra aos anfitriões no Carnaval

  1. Porto Belo, SC - 179%
  2. Maceió, AL - 168%
  3. Caraguatatuba, SP - 146%   
  4. Fortaleza, CE - 126%
  5. Capão da Canoa, RS - 123%

“Temos verificado um aumento consistente de reservas via plataforma e uma maior procura por destinos nacionais, ainda mais no Carnaval. Como temos mais de 160 mil anúncios no País, conseguimos oferecer ao viajante uma variedade de opções de acomodação, para todos os gostos e bolsos. Assim, além de democratizar o turismo, também garantimos uma renda extra aos anfitriões”, afirma o diretor-geral do Airbnb Brasil, Léo Tristão.

Dinheiro extra

O excutivo também reforça que a renda extra deve movimentar a economia dos locais mais procurados no Airbnb. Um anfitrião brasileiro típico da plataforma tem um ganho anual de cerca de R$ 5.500  Pesquisa feita pela empresa, revela que 20% dos anfitriões usam essa renda extra para manter o lar (evitar despejo ou perda do imóvel). 

Para reforçar a importância desse mercado, a empresa cita um estudo realizado pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), em 2016, o qual aponta que, fora os gastos com hospedagem, os viajantes que optam pelo aluguel de temporada gastam, em média, três vezes mais do que aqueles que se hospedam em hotéis. Com isso, a estimativa é que a atividade propiciada pelo Airbnb injetou mais de R$ 2,5 bilhões no PIB nacional.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.