Aviação

Empresa projeta conversão de Airbus A380 para bilionários e chefes de Estado

A aeronave seminova e já com as adaptações ultraluxuosas vai custar em torno de US$ 300 milhões

Projeto de ambientação do VVIP A380 é assinado pela Winch Design, empresa britânica que trabalha com iates de luxo ( Reprodução )
10:00 · 03.06.2018
O Airbus A-380 é uma das maiores aeronaves do mercado. Quatro unidades usadas serão adaptadas e vendidas como aviões particulares de luxo

O termo VVIP (um nível acima do VIP) designa bem o projeto da empresa suíça Sparfell & Partners, especializada em comércio de aviões na Europa. A companhia se propõe a converter quatro  Airbus A380 usados em aeronaves particulares de ultraluxo. O custo de cada um? Nada menos do que US$ 300 milhões

Os clientes que puderem pagar pelo A 380 adaptado terão à disposição uma aeronave com duas áreas distintas. O piso superior, destinado aos proprietários, leva a assinatura da Winch Design, empresa britânica conhecida por desenvolver o design de iates de luxo. O piso inferior será destinado a acomodar até 250 pessoas.

Embora não haja muitos clientes particulares com cacife para adquirir um superjumbo megaluxuoso, a Sparfell & Partners aposta no mercado e já dispõe de quatro unidades para efetuar a conversão. As aeronaves pertencem ao grupo alemão Dr. Peters e estavam sendo usadas pela Singapore Airlines

Com o fim do contrato de locação entre as duas empresas, em 2017, os quatro aviões chegaram a correr o risco de ser desmontados para venda das peças. Agora terão destino mais glamouroso. Atualmente, estão estacionados em Toulouse, na França, aguardando a possível transformação.

Apesar de terem acumulado inúmeras horas de voo em rotas de longa distância, as aeronaves têm muito menos ciclos (decolagem, voo e pouso) do que aviões menores. Por isso, de acordo com o presidente da Sparfell & Partners, Philip Queffelec, o novo modelo VVIP A380 seria "uma pechincha". Ele lembra que os US$ 300 milhões pedidos estão US$ 150 milhões abaixo do valor de um A380 novo.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.