Destinos exóticos

Descubra sete museus excêntricos do Reino Unido

O Reino Unido tem alguns dos maiores e melhores museus do mundo. Mas o país também é lar de alguns espaços que homenageiam um conjunto de temas incomuns, como o dedicado ao detetive Sherlock Holmes

09:00 · 08.09.2017

Não há como negar que o Reino Unido é um paraíso para quem gosta de visitar museus. Não são poucos os espaços que exibem importantes elementos artísticos e culturais, sejam eles modernos ou do passado mais remoto. Entre os mais famosos estão o British Museum, o V&A (para quem ama design) e o Science Museum, com suas exposições incomparáveis. Mas o que dizer daqueles não convencionais? Conheça os mais exóticos:

Museum of Witchcraft and Magic, Cornwall

Museum of Witchcraft and Magic, Cornwall

Boscastle, em Cornwall, sudoeste de Inglaterra, é o lar do Museum of Witchcraft and Magic. Nele, você pode explorar uma fascinante coleção de curiosidades pagãs, incluindo cubas e ingredientes de poções, bonecas de vodu, tábuas Ouija, livros de mágica e imagens antigas de feitiçaria usadas para estimular a caça às bruxas ao longo dos séculos. O museu também organiza noites de contação de histórias, num ambiente sob uma bruxuleante luz de velas.

Sherlock Holmes Museum, Baker Street, Londres 

Sherlock Holmes Museum, Baker Street, Londres

Os personagens Sherlock Holmes e Dr. Watson, criados por Sir Arthur Conan Doyle, viveram na 221b Baker Street, em Londres, adequadamente o endereço do verdadeiro Sherlock Holmes Museum. O lugar é repleto de artefatos antigos, além de uma recriação do apartamento vitoriano de Sherlock, concebido exatamente como descrito nos livros. Há muitos espaços para tirar boas fotos e uma exposição com reproduções em cera em tamanho real das aventuras do detetive, além de uma loja cheia de objetos e lembrancinhas.

Derwent Pencil Museum, Keswick, Cumbria

lápis

Fãs de artigos de papelaria de todo o mundo vêm aos montes conferir esta atração do Lake District, na região noroeste da Inglaterra. Localizado na cidade de Keswick (onde foi feito o primeiro lápis), o Derwent Pencial Museum tem o maior acervo mundial de lápis, incluindo o mais longo lápis de cor do mundo e uma coleção secreta da Segunda Guerra Mundial. Oferece ainda oficinas de arte, muitas oportunidades para desenhar e pintar e a loja anexa Derwent Fine Art, para os interessados em aumentar sua própria coleção.

The Postal Museum, Clerkenwell, Londres 

The Postal Museum, Clerkenwell, Londres

Mais novo endereço desse gênero, aberto em julho de 2017, The Postal Museum reúne cinco séculos de história de comunicações em galerias interativas, que incluem um passeio imersivo de trem subterrâneo, modernas instalações de pesquisa e atividades de aprendizagem. Esse novo e exclusivo museu revela a fascinante história da primeira rede social do mundo. Os destaques incluem registros e documentos que datam do século 17, uma coleção de veículos antigos e a evolução de um humilde ícone britânico: a caixa de correio vermelha.

The Shoe Museum, Northampton 

sapatos

Este museu é o sonho de todo admirador de sapatos. O Northampton Museum & Art Gallery possui a maior coleção de calçados históricos do mundo, com cerca de 12 mil peças, abrangendo um período que vai do Antigo Egito aos dias de hoje. Os destaques incluem um par de chuteiras assinada por David Beckham e as botas que Elton John usou no filme “Tommy” para cantar Pinball Wizard. A galeria “Life & Sole” do museu aposta na história da manufatura do calçado, enquanto a “Followers of Fashion” apresenta a moda dos sapatos ao longo dos séculos, incluindo modelos de Manolo Blahnik e Vivienne Westwood.

Pitt Rivers Museum, Oxford 

Pitt Rivers Museum, Oxford

Este museu da Universidade de Oxford tem a maior coleção de artefatos arqueológicos e antropológicos do Reino Unido – cerca de 500 mil peças no total, doadas por viajantes, estudiosos e missionários. Com essa coleção digna de um Indiana Jones da vida real, o Pitt Rivers Museum foi fundado por Augustus Pitt Rios, oficial do exército inglês, etnólogo e arqueólogo. O acervo reúne artefatos utilizados em ritos fúnebres, armaduras, piercings, instrumentos musicais, barcos, máscaras de dança e tecidos – todos dispostos de forma temática de acordo com a funcionalidade original do objeto, e não com a sua idade ou origem. Entre as peças estão as famosas cabeças encolhidas – um trabalho assustador feito por tribos que viviam aos pés da Cordilheira dos Andes com cabeças humanas, de macacos e de preguiças que tiveram o crânio e o cérebro removidos e a pele aquecida e curada para diminuir seu tamanho. Não é uma visão para os mais sensíveis!

The Ragged School Museum, London

The Ragged School Museum, London

Excelente escolha para os pequenos visitantes, este edifício vitoriano abriga um museu com temática escolar que mostra às crianças quão sortudas elas são hoje, com seus quadros brancos interativos e laptops em salas de aula, no lugar de antigas panelas de tinta e bengalas. No Ragged School Museum, as crianças podem vestir roupas de época e aprender em uma sala de aula da mesma forma que os alunos faziam em 1870. A escola também é considerada a mais assombrada do Reino Unido e realiza um tour fantasma para os mais corajosos.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.