Inspiração

Conheça os destinos usados como codinomes na série La Casa de Papel

Sucesso no Netflix, a produção espanhola traz personagens que atendem pelo nome de importantes cidades. Descubra mais sobre os destinos que serviram de inspiração

09:00 · 28.04.2018

Quem acompanha a série La Casa de Papel certamente vem ouvindo muito o nome de cidades como Rio, Tóquio, Berlim, Nairóbi. É que na trama, a maior parte dos personagens atende por codinomes de destinos internacionais famosos. 

Embora a história se desenvolva na Espanha, é impossível não imaginar como seria conhecer tantos lugares, em diferentes partes do mundo. Aproveitando o recente lançamento da segunda temporada, o Kayak, site de planejamento, a preparou uma lista com dicas da melhor época para viajar por essas cidades. Confira:

Tóquio – Japão

toquio

É o nome de uma das personagens de maior destaque da série, vivida pela atriz Úrsula Corberó. Moderna e com muita atitude, a jovem combina perfeitamente com a cidade urbana e cheia de energia. Com uma mistura de religiões, a capital do Japão concentra templos budistas importantes. O Sensoji é talvez o mais famoso e antigo templo de Tóquio. Já o Santuário Meiji Jingu, é um famoso local sagrado para os adeptos do xintoísmo, que pode ser desfrutado junto a um passeio pelo Parque Yoyogi. OK Yokocho - também conhecido como OK Alley - é uma rua agitada com cerca de 30 bares e restaurantes exclusivos, para quem busca conhecer a fundo a cultura japonesa.

Quem pretende conhecer Tóquio deve conferir a mais recente atração da cidade: o Tokyo Skytree, a torre mais alta do mundo e com uma visão 360º do horizonte da capital. A área de Okutama, longe dos centros de agitação, é repleta de montanhas, cavernas de calcário, parques de campismo e nascentes de água quente, para uma aventura ao ar livre. Para quem deseja economizar, novembro é o mês com preços médios de passagens aéreas mais baixos.

Berlim – Alemanha

berlim

Na série, o personagem - interpretado por Pedro Alonso - é o comandante decidido, pragmático e que valoriza as tradições. A cidade que inspira seu nome oferece muito para fazer, não importa a época do ano. O museu no Checkpoint Charlie, parte do antigo Muro de Berlim, assim como o movimentado Memorial do Holocausto, localizado perto do Portão de Brandemburgo são programas imperdíveis para conhecer mais à fundo a história da cidade. Os amantes da cultura podem visitar a Ilha dos Museus, que abriga os Museus do Estado de Berlim e obras de arte de todo o mundo. O Charlottenburg Palace tem uma galeria de ouro e uma coleção de porcelanas que falam muito sobre a história do país. A East Side Gallery é a mais longa seção sobrevivente do Muro de Berlim, onde mais de 100 artistas de mais de 20 países decoraram o trecho da muralha do interior com suas obras de arte.

A Torre de Televisão de Berlim é o edifício mais alto da cidade, onde os visitantes podem desfrutar de um panorama único de 360° da cidade. Para quem quer curtir uma viagem mais agitada, o verão (junho a agosto) é a melhor época. Para quem gosta do friozinho, o outono (setembro a dezembro) tem temperaturas mais amenas. Novembro costuma ser o mês em que as passagens para lá estão com os melhores preços médios.

Nairóbi – Quênia

nairobi

Na trama, a mulher vivida por Alba Flores é carismática, comovente e se deixa levar por um forte instinto materno, o que combina com a capital do Quênia - uma cidade que mistura cores, sabores e uma fauna que fazem dela o lugar ideal para se ver a natureza de perto. Os passeios por Nairóbi normalmente incluem visitas ao Parque Nacional de Nairóbi, casa de animais como zebras, gnus, búfalos, girafas, leões, leopardos, hipopótamos, rinocerontes e mais de 400 espécies de aves. Dentro dele está o Orfanato de Animais de Nairóbi e o Nairóbi Safari Walk, um Centro Educacional onde visitantes aprendem sobre a vida selvagem e a conservação de habitats. No National Railway Museum é possível aprender sobre a história das ferrovias do Quênia, que estão no coração de sua história.

O Bomas do Quênia, na estrada Lang'ata, é um reservatório da cultura queniana, onde visitantes podem ver exposições de casas tradicionais do Quênia – artefatos, danças, músicas e canções. A melhor época para se visitar o Quênia é entre janeiro - mês em que as passagens estão mais baratas - e março, no início do ano, e entre junho e setembro, quando a probabilidade de chuva é menor.

Rio de Janeiro – Brasil

rio

Papel de Miguel Herrán, é o mais jovem e um dos mais adorados da série. Rio tem a mesma energia animada da capital carioca. Quem deseja conhecer um dos destinos mais procurados do Brasil não pode deixar de fazer alguns passeios clássicos pela cidade. Saindo da Praia Vermelha, o bondinho leva até o topo do morro do Pão de Açúcar, onde é possível apreciar a paisagem de cima. O Maracanã, que já foi cenário dos mais importantes clássicos do futebol brasileiro, oferece um tour por seus bastidores. No alto do morro do Corcovado está o Cristo Redentor, um dos pontos turísticos mais icônicos do mundo.

O Museu do Amanhã, com uma proposta pioneira, é um amplo espaço de debate e estudo sobre o futuro. Quem quer fugir do calor escaldante do Rio no verão, pode viajar para a cidade nos meses de junho a agosto, quando a temperatura está mais amena e chove menos. Por conta da baixa temporada, agosto é o mês em que as passagens aéreas para a cidade estão mais baratas. Para quem quer alta temporada, janeiro e fevereiro são a melhor pedida!

Denver – Estados Unidos

denver

Inquieto e divertido, o personagem de Jaime Lorente tem espírito livre e é muito criativo. A cidade americana que lhe rendeu o nome de "guerra" também é cheia de surpresas. Com sua localização urbana, a Denver Union Station Plaza pode parecer um local improvável para se encontrar produtos locais frescos. Contudo, a estação abriga um programa de apicultura urbana, onde é possível encomendar doces, bebidas e outras guloseimas feitas com mel produzido no local. O 16th Street Mall oferece 42 cafés ao ar livre ao longo do shopping, tornando o local perfeito para se comer e apreciar um bom café. 

Denver é o quarto centro mais movimentado dos Estados Unidos e conta com atrações como o LoDo Historic District, bairro mais antigo e lar de alguns dos principais restaurantes, galerias, lojas e boutiques mais conhecidos da cidade. No Capitólio do Estado do Colorado é possível ter uma visão panorâmica dos picos cobertos de neve. O verão (de junho a agosto) é a época mais popular para se conhecer a cidade, com tardes quentes e noites frias. Para os que têm o preço como principal fator, o mês de março apresenta as melhores ofertas.

Moscou – Rússia

moscou

Um tanto sério, o personagem do ator Paco Tous sabe ser divertido nas horas mais improváveis. Moscou, capital da Rússia, está em alta por conta do mundial de futebol. Para se aproveitar a cidade, um passeio pela Praça Vermelha é parada obrigatória e um dos pontos turísticos mais conhecidos da cidade. A área abriga construções importantes, como a Catedral de São Basílio, e faz parte da história do destino. Ao andar por Moscou é possível avistar alguns dos sete famosos arranha-céus conhecidos, como As Sete Irmãs de Stalin, com uma arquitetura icônica, construídas para celebrar a vitória da União Soviética na Segunda Guerra. O Bairro Kitay-Gorod reúne bares, restaurantes e casas noturnas, indicado para viajantes que pretendem curtir a noite. O inverno na cidade (dezembro a março) é muito rigoroso. Já as temperaturas mais amenas tomam conta de junho até setembro, quando é possível curtir mais. Para aproveitar preços mais baixos, março é a melhor pedida.

Helsinque – Finlândia

helsinque

O carismático e um tanto bruto personagem interpretado por Darko Peric tem o nome da capital da Finlândia. Helsinque é uma vibrante cidade costeira, com belas ilhas e grandes parques verdes. O ritmo da cidade é tranquilo e, ao mesmo tempo, revigorante, com ótimos restaurantes e casas noturnas. Design, arquitetura, cultura e compras são coisas legais de se explorar no local, além de áreas naturais como parques, florestas, lagos e a costa. Um terço de Helsinque é coberto por áreas verdes, e oferece possibilidades para atividades ao ar livre e relaxamento.

O Restaurant Day é comemorado anualmente com um grande festival mundial de comida a cada terceiro sábado de maio. Nesse período, qualquer pessoa pode montar um restaurante em qualquer lugar. A melhor época para se visitar a cidade é entre primavera e verão, de maio a setembro, quando as temperaturas estão mais amenas, pois o inverno apresenta temperaturas muito frias. Em janeiro, na baixa temporada, os preços de passagens caem - junto com a temperatura.

Oslo – Noruega

oslo

Roberto Garcia faz Oslo, um homem de poucas palavras e muita ação. A cidade que lhe "emprestou" o nome, é, ao contrário,  um lugar cheio de energia, com uma gastronomia moderna, além de muita moda e arte. Prédios icônicos estão mudando o rosto da cidade, mas ela ainda mantém vínculos com a natureza. Não à toa foi nomeada Capital Verde da Europa de 2019 por sua dedicação à preservação de áreas naturais. Passeios pela floresta, mergulhos nos fiordes e concertos musicais fazem parte da energia da cidade. Todos os bairros de Oslo oferecem algo de especial e são facilmente acessíveis a pé, pelo sistema de transporte público ou de bicicleta.

Durante o inverno, é possível buscar atividades como a patinação no gelo e o esqui. Oslomarka, a enorme floresta nas encostas das colinas que cercam a cidade, oferece uma imensa rede de trilhas públicas para o esqui cross-country. O Parque de inverno de Oslo é o maior resort de esqui dentro da cidade e encontra-se a apenas 30 minutos do centro, contando com pistas para crianças, iniciantes e esquiadores experientes. Entre maio e setembro as temperaturas são mais amenas, o que garante uma viagem mais tranquila. Para economizar, o melhor mês é março, quando as passagens aéreas para lá estão mais baratas.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.