Calendário de viagens

Conheça os destinos turísticos apontados como os mais econômicos para 2018

A Booking.com criou um calendário de preços para o ano com intuito de ajudar os viajantes de todos os orçamentos a encontrar o destino de melhor custo-benefício para cada mês

10:12 · 13.01.2018 por Marlyana Lima - Editora

Com a chegada de 2018, a maioria dos brasileiros já está pensando nas viagens que podem ser feitas ao longo do ano. Pensando nisso, a Booking.com elaborou uma lista de recomendações, a partir da  análise do preço médio por diária de acomodações de 3, 4 e 5 estrelas nas cidades mais procuradas do mundo. A empresa também levou em conta as flutuações de preços para determinar as melhores semanas para se hospedar nos destinos escolhidos.

Os dados de preços foram medidos durante o período de outubro de 2016 a outubro de 2017. As acomodações foram escolhidas como uma maneira padronizada de comparar diferentes tipos de acomodação em diferentes cidades e como uma maneira de ser indicativa de tendências gerais de preços. Os preços apresentados são a tarifa diária média ("ADR"). As cidades apresentadas precisavam ter mais de 10 mil reservas para o ano.O resultado foi a elaboração de um roteiro com lugares perfeitos para incluir na lista de sonhos para 2018. Confira:

Janeiro

  1. Copenhague (Dinamarca) 41% mais acessível em janeiro do que no mês mais caro do ano.
  2. San Diego (EUA) - 37% 
  3. Pequim (China) - 19% 

Fevereiro

  1. Las Vegas (EUA) - 43% 
  2. Lisboa (Portugal) - 42%  
  3. Quioto (Japão) - 37%  
  4. Buenos Aires (Argentina) - 16%  

Março

  1. Budapeste (Hungria) - 33%  
  2. Kuta (Indonésia) - 33%  
  3. Montreal (Canadá) - 22% 
  4. Singapura - 13% 

Abril

  1. Oslo (Noruega) - 29% 
  2. Toronto (Canadá) - 27% 
  3. Zurique (Suíça) - 15% 
  4. Jakarta (Indonésia) - 9% 

Maio

  1. Melbourne (Austrália) - 22% 
  2. Orlando (EUA) - 18% 
  3. Moscou (Rússia) - 14% 
  4. Bangkok (Tailândia) - 13% 

Junho

  1. Miami (EUA) - 39% 
  2. Hong Kong  - 29% 
  3. Chiang Mai (Tailândia) - 26% 
  4. Liverpool (Reino Unido) - 17% 

Julho

  1. Abu Dhabi (Emirados Árabes) - 46% 
  2. Nova York (EUA) - 25% 
  3. Estocolmo (Suécia) - 23% 
  4. Seul (Coréia do Sul) -  22% 

Agosto

  1. Nova Orleans (EUA) -  55% 
  2. Rio de Janeiro (Brasil) - 40% 
  3. Bruxelas (Bélgica) - 32% 
  4. Mumbai (Índia) - 20% 

Setembro

  1. Cidade do México (México) - 46% 
  2. Nuremberg (Alemanha) - 42% 
  3. Kaohsiung (Taiwan) -  33% 
  4. Washington, D.C. (EUA) - 26% 

Outubro

  1. Patong Beach (Tailândia) - 42% 
  2. Tallinn (Estônia) - 30% 
  3. Auckland (Nova Zelândia) - 16% 
  4. Los Angeles (EUA) -  14% 

Novembro

  1. Málaga (Espanha) - 35% 
  2. San Francisco (EUA) -  31% 
  3. Atenas (Grécia) -  31% 
  4. Seminyak (Indonésia) -  21% 

Dezembro

  1. Veneza (Itália) -  58% 
  2. Guangzhou (China) - 36% 
  3. Amsterdã (Holanda) - 35% 
  4. Atlanta (EUA) - 24% 

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.