No Uruguai

Conheça a cidade que é considerada a Toscana da América do Sul

A pequenina Carmelo encanta turistas com o charme dos vinhedos uruguaios

08:59 · 14.05.2018 / atualizado às 11:50

No Uruguai, uma pequena localidade vem ganhando a atenção dos turistas pela belezas naturais, hospitalidade, excelente gastronomia e o charme dos vinhedos. Ao lado de Colônia do Sacramento e a pouco mais de 3 horas de Montevidéu, a Carmelo lembra muito o clima da Toscana italiana.

A paisagem natural inspira tranquilidade com seu clima interiorano. Grandes hotéis estão presentes na região e oferecem aos hóspedes tudo o que é necessário para desfrutar a temporada de outono.

Seu atracadouro de iates e a extensa área de praias atraem os amantes dos esportes náuticos e praianos no verão. Mas, é no outono que Carmelo se mostra ainda mais aconchegante. A gastronomia é um capítulo à parte com opções bem caseiras e cheias de sabor.

Atrativos

No inverno se descobre a explosão de sabores dos vinhos harmonizados com queijos e carnes, o clima dos campos com a névoa da manhã, e o ar misterioso e intimista do pequeno centro. Tours pelos vinhedos podem ser comprados nos hotéis. Os mais tradicionais são: Narbona, Irurtia e Bernardi. Além da força da viticultura, a cidade também é conhecida pela produção de azeites e por seus campos de gado.

Muitos visitantes cruzam o Rio da Prata desde Buenos Aires em ferry-boats até Colônia. Depois, de ônibus ou carro, pode-se chegar a Carmelo. É comum passar uma temporada em Buenos Aires e dar uma fugida até a cidade, já que muitos hotéis e operadoras de turismo da capital portenha promovem esse passeio.

Entre os diversos atrativos da cidade está a ponte giratória, que cruza o arroio Las Vacas, a única existente na América do Sul cujo içamento é realizado por tração humana. Também vale a pena conhecer as ruínas jesuíticas da Estância de Belém, conhecidas como "Calera de las Huérfanas", e a estância Narbona, prédio mais antigo do Uruguai e que conserva sua arquitetura original.

© Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser publicado, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Passível ação judicial.